Blog do Tas

Yoani no Brasil (2013) x Varela em Cuba (1985)

19 de fevereiro de 2013, 11:47

Escrito por marcelotas


Varela em Cuba (20 min., 1985)

 

Em 1985, consegui entrar em Cuba com uma câmera de video por cerca de 10 dias. Foi difícil. Antes de tudo, não era comum, como hoje, equipes de televisão fazerem reportagens fora do Brasil. Os voos eram ralos, as passagens caras e os equipamentos igualmente caros e muito pesados.

Éramos três: eu, Toniko Melo (na câmera) e Flávio de Carvalho (no áudio). Fomos saudados como a primeira equipe de TV brasileira a entrar na ilha de Fidel com liberdade. Quer dizer… quase isso: a “liberdade” era controlada o tempo todo por um agente do governo cubano. Logo na primeira vez que ligamos a câmera (início do video acima) coloquei Alejandro, do Instituto de Turismo, e Domingues, o simpático motorista do carro estatal, para mostrarem suas caras e falarem frente à câmera. Reparem a surpresa deles, não contavam com essa “participação”. Acabei ganhando uma relativa confiança dos rapazes. Nos dias seguintes gravamos coisas que nunca haviam aparecido na TV brasileira como por exemplo: gente falando ao microfone na rua!

Graças à irresponsabilidade dos meus vinte e poucos anos, só percebi mais tarde o risco que corremos. É difícil dizer em poucas palavras o que significa estar num país onde não existe a liberdade de expressão ou o acesso à informação. É impossível descrever a você, que vive na era da informação aberta e total, a sensação de acordar num hotel e encontrar um único jornal para ler, com uma opinião e comando único: a vontade de um ditador.

Quando visitei Cuba em 1985, o Brasil saía de uma ditadura e buscava o mais elementar dos direitos: o voto para presidente, o que foi conseguido em 1989 com muita luta no Congresso e nas ruas. Trinta anos depois, triste é constatar que a situação na ilha de Fidel é a mesma. Ou mudou?

A visita da célebre blogueira Yoani Sánchez ao Brasil me fez assistir esse vídeo numa nova perspectiva. A jornalista, de 37 anos, é formada em filologia pela Universidade de Havana. Em 2002, Yoani saiu de Cuba e, desobedecendo o governo cubano que permite uma ausência máxima de 11 meses do país, passou uma temporada de dois anos na Suíça, onde descobriu o computador.

Na volta, para ser aceita em seu país, teve de entregar o passaporte. A partir de 2007, começou a escrever um  blog, o Generación Y, traduzido hoje em 20 línguas.

Em 2008, a revista TIME incluiu Yoani na lista das “100 pessoas mais influentes do mundo” e deu muitas entrevistas a veículos estrangeiros. A ditadura cubana reagiu implementando um sistema que impede o blog de Yoani de ser acessado no país. Em 2011, o blog foi liberado. Em 2012, Yoani foi detida com seu marido, por 30 horas, por “tumultuar o julgamento” de um dissidente do regime de Fidel.

Torço para que a visita dela ao Brasil represente algum avanço na precária liberdade de expressão em Cuba. Bem-vinda Yoani! Que sua visita, mais que a polarização de prós e contras, signifique a convivência de quem pensa diferente. Tanto no Brasil como em Cuba.

La lucha continua!


Foto: Dado Galvão

  1. A DEMOCRACIA BRASILEIRA TAMBÉM PODE – POR VEZES – REPRESENTAR UMA FARSA:
    DEPOIS DE PUBLICAR UM TEXTO AMISTOSO, CONTRÁRIO AS PERSEGUIÇÕES QUE YAONI SÁNCHEZ SOFREU NO BRASIL, PARECE QUE A PÁGINA DO FACEBOOK SOFREU ALGUM TIPO BLOQUEIO OU INVASÃO. O AMISTOSO TEXTO DIZ O SEGUINTE:

    Não estranho as perseguições que a jornalista cubana Yoani Sánchez esteja sofrendo de grupos sectários maniqueístas no Brasil. Estes pseudodefensores de uma pseudoideologia (COMUNISTA), já há muito – com a sorte dos Deuses – devorada pelas traças do ódio, das prisões ilegais, da tortura, morte, da falta de liberdade, devorada pela ociosidade da fome, estão carentes de ocupação nesta terra de liberdade!

    Não estranho porque o sectarismo vive de intrigas e de ódio. O sectarismo não vive de uma verdadeira ideia de sociedade justa e solidaria. O sectarismo sempre viveu do ódio. Nós sabemos do foram capazes loucos sectários e monstruosos como Josef Vissarionovitch Stalin, como Adolf Hitler, Franco, Mussolini (nazismo e comunismo têm a identidade do totalitarismo), e tanto outros, como o ditador romeno Nicolae Ceauşescu, para voltar aos sectários do ódio vermelho.

    E se as perseguições (travestidas de manifestações) que tem a jornalista Yoani Sánchez sofrido no Brasil – por um lado – estão servindo para mostrar as facetas múltiplas de nossa democracia consolidada, tão livre que tolera os abusos que – sem dúvida tolheram até – em alguns momentos – sua liberdade mesma de manifestar-se; por outro, as perseguições têm tido a função precípua de mostrar que suposta ideologia sectária nós brasileiros não queremos, não toleramos, e dela nos livramos muitas décadas atrás.

    Por uma Cuba Libre! Com esta frase, passarei a republicar neste adormecido e singelo blog, todas as manifestações de Yoani Sánchez em seu blog “generacion y”, até que a democracia se instaure no seu país, tão necessitado de liberdade. “

  2. Queria ver esses covardes Mercenários PTistas,PCBista e PCdoB pagos pelo comunismo internacional, para protestar contra a eleição do ladrão Renan Calheiros no congreso!

  3. Parabéns Yoani Sanches pela visita e a sensatez democrática com o que recebeu os elogios as criticas, e, principalmente os protestos dos comunistas, disfarçados de petistas que protestaram em publico a sua pessoa. Gostaria que eles(comunistas) fossem para cuba e que você, Yoani, viesse morar no Brasil.

  4. Tenho vergonha desse grupo que se manifestou contra a blogueira e nem se identifica. De que movimento eles fazem parte?
    Ok, são contra. Democracia é assim. Mas prá mim foi uma surpresa aquele bando uniformizado com cartaz de cartolina dando aquele vexame. Nem sabia que isso existia por aqui…
    Talvez em busca de um momento de fama… coitados!
    Existe uma publicação com “as 49 perguntas” que a imprensa deveria fazer a Yoane. Outra comparando-a com Julian Assange… O que me surpreende é que vem de gente que fez oposição à nossa ditadura e que agora”acusa” Yoane de ser nada mais nada menos que uma guerrilheira em Cuba. UÉ! Eles não foram guerrilheiros nos anos de ditadura?
    Ahhh!! Ser guerrilheiro no Brasil é diferente de ser guerrilheiro em Cuba! 2 pesos e 2 medidas…

  5. VIVA CHEGARÁ O DIA EM QUE TODOS BRASILEIROS VIVERÃO EM CAVERNAS E COMERÃO FOLHAS, ISTO ATÉ O TK FOLHA DURAR.

  6. Tem-se assistido essa mini-minoria barulhenta PRÓ-DITADURA o tempo todo, dizendo que o “DONO” da Ilha Cubana acabou com a miséria, que o sistema de saúde é exemplar, que a segurança é nota 10, etc..etc…E que no Brasil 70% da população é analfabeta, que os hospitais são abatedouros, que os bandidos dominaram tudo… Ora bolas, essa turminha é tão incoerente nas comparações que acabam esquecendo que há 10 anos os nossos governantes (Lula + Dilma) simpatizantes e amestrados da ditadura cubana, nada fizeram para aproximar a educação, a saúde, a segurança, etc…aos padrões que eles tanto elogiam. Aliás, só piorou. Imaginem o Brasil se tornar uma Cuba. Ficaremos com a miséria e a falta de liberdade de Cuba e com a atual assistência social do Brasil. Ou seja, vamos ficar com as 2 bandas podres….FORA DITADURA !!!!!!!!!!!

    • É verdade . Imagine está blogueira cubana indo a favelas aqui , vendo nossas crianças
      na cracolândia , nossos ótimos políticos .
      Apesar do enbargo , cuba avançou!
      A nossa democrácia é uma piada !E a nossa liberdade!!
      Milhões de favelas por todo o país , educação pessíma , saúde etc..
      Mil brasileiros estudando medicina de graça em cuba !Lavem a boca para falar de cuba .

  7. Deu na Folha: “Militantes agridem repórter.

    Militantes do PT ofenderam e agrediram com um chute a repórter da Folha Daniela Lima em meio a um tumulto ocorrido na entrada do evento de ontem. Dirigentes do PT lamentaram o episódio e pediram desculpas”.

    E Hans Vergerus, personagem de O Ovo da Serpente, de Ingmar Bergman, mandou essa: “É como um ovo de serpente, no qual se vê, através da fina membrana, o réptil já em formação”.

    Vivemos tempos tenebrosos. Lamentável!

  8. Sou holandês, mas já moro há um bom tempo no Brasil. Toda essa discussão é de pouca valia, pois nós, europeus, sabemos que não existem santinhos e diabinhos. Yoani tem, sim, ligações obscuras com o grande capital internacional; a grande mídia capitalista não é, de fato, tão diferente do monopólio cubano da informação; quase todos os dissidentes de países totalitários fogem em busca de sonhos de consumo, e não em busca de liberdade, como alegam; Assange é preterido para que Yoani brilhe como paladina da liberdade; e por aí vai. Quanto ao sr. Tas, vi sua reportagem sobre Cuba. O medo que o senhor relata, hoje, parece inteiramente desmentido pelas imagens. Será que o senhor não sentiria medo se fosse realizar uma reportagem investigativa no Instituto Millenium, por exemplo? Parece-me que o senhor se tornou um ardoroso defensor do mais ensebado capitalismo, aquele que se esconde atrás da defesa da livre iniciativa para justificar todo tipo de violência e exclusão social. Quanto aos comentários dos blogueiros, nunca vi tanta disposição para assassinar o vernáculo. Jamais vi algo parecido na Europa. Saudações a todos, sejam de direita, de esquerda ou descrentes desse dualismo simplista.

    • Concordo inteiramente com você Artur.

      Infelizmente o olhar do Sr. Tas é o olhar que somos bombardeados pelas Rede Globos da vida. Desde quando Yona chegou ao Brasil, só têm noticiado a “coitadisse” de Yona, como ela vem sendo “agredida” por manifestantes, mas até o momento não especificaram porque o pessoal tem feito manifestações contra ela.

    • Essa é uma agente de propaganda do capitalismo selvagem dos Estados Unidos. Será que ela não se lembra da humilhação feita por essa nação que se diz ser a maior do mundo?… Não sei por que o Brasil está dando tanto apoio a essa mercenária!

    • @Artur – “assassinar o vernáculo”? Seu português está bom demais para ser holandês. Qual é a ligação da Yoani com o capital internacional? Vc fala sem base ou prova alguma, tenho certeza, ou deixaria um link da prova aqui (eu disse PROVA, e não comentários anti- Yoani).

      Quer dizer que quem escapa de ditaduras não pode consumir o que vc adora consumir todo santo dia? O que isso tem a ver com o Direito Humano da liberdade, que Cuba não respeita há 50 anos?

      Onde que o Tas defende o capitalismo nesse texto falando de Cuba?!! Vc repete como papagaio um monte de palavras de ordem, chavões e expressões utilizados pelos comunistas radicais, que pregam liberdade pra si e ditadura pros outros. Não entendi o que a Europa tem a ver com isso tudo também… Uma puta zona seu texto.

      E finalmente: pq vc não imigrou pra Cuba, já que é tão bom lá? Vem aqui pro Brasil ficar na praia, comendo e comprando tudo que pode com uma geladeira cheia. Usufrui da nossa liberdade mas prega a prisão pros cubanos.

      Todo meu apoio à Yoani, e obrigado Tas por ser uma voz dissonante dessa vergonhosa corja de vagabundos que pregam a liberdade e sonham com a ditadura.

    • paises que nao praticam a democracia, como cuba, impedem a liberdade que paises como a holanda tem.

  9. Tas, adorei sua tradução:

    No final da reportagem, quando você estava entrevistando aquele casal:
    Ela havia tido sobre o companheiro, que ele passava roupa “Él plancha”, e você
    traduziu: “Ele lava os pratos….” Tas, só você adorei…Já esta contratado para trabalhar na Copa.

  10. Quanto mimimi, Tas!

    Vá se informar sobre quem financia a oposicionista montada Yoani!

  11. Vai ter um post sobre o que a Folha de SP fez, ou ela está só defendendo seu patrimonio como diz o proprio desembargador que despachou seu caso?

    http://www.cartacapital.com.br/sociedade/justica-impede-parodia-a-folha/

  12. *..*ABAIXO A DITADURA*..*

    ☼ LIBERDADE DE EXPRESSÃO☼

    (✿◠‿◠) YOANI LUTE…LUTE…☆
    (⁀♥⁀)
    .`⋎´
    ☻/
    /▌

  13. Olá
    Vivaaaaa Yoani Sanches,,, elaaa é mais uma pessoa,,, de milhões que somosss no Planeta Terra,,,,, queeeee DENUNCIAAA DITADORESSSSS,,, espíritoss de porc….,, que carregaaaaaa sangue de assasssinos nas mãossss…
    Governos COMMM REGIMEEEE DE DITADURAAAAAAAAAAA,,,,, COMO existee hoje,,, infelizmenteeeee. DEVIAMMMMMMMMMMMMMMMMM NÃOOOOO EXISTIRRRRRRRRRRR….

    VIVAAAAAAAAAAAAAAA A LIBERDADEEEEEE,,,,,, seja ela::: liberdadeeee de imprensa,,,,, liberdade de escolhaaa ( votoo do povo e escolha de religião ),, liberdadeeee de ir e virrrrr,, etc…. VIVA A LIBERDADEEEEEEEEEEEEEEE..

    FORAAAA DITADURAAAAAAA,,, GOVERNOS assasssinossss..

    VIVAAAAAAAAA A LIBERDADEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE.

    • Mito da saúde e educação perfeitas em Cuba (REPRODUÇÃO)

      “Pelo lado positivo, para que não digam “ela não disse”:, existe a infraestrutura. Em cada pequeno povoado ou bairro, pode-se encontrar uma escolinha, um consultório médico e um policlínico. Isso me parece importante manter. O mesmo com as escolas. Houve uma verdadeira proliferação de centros de ensino em todos os lugares de Cuba, para educação especial, artística, esportiva, todos os níveis. Mas o que aconteceu realmente? Isso tudo foi criado na época do subsídio soviético. Foi uma infraestrutura que estava acima das reais capacidades produtivas do país. Quando caiu o muro de Berlim, essa infraestrutura caiu em um verdadeiro colapso material. Que se nota, por exemplo, nos baixíssimos salários dos professores. Um professor de educação secundária tem um salário que nunca excede 30 dólares ao mês. Então houve êxodo de profissionais desses setores para turismo, muito emigraram também. Isso trouxe a desvalorização material, mas de qualidade e ética, porque entraram nas aulas muitas pessoas não preparadas para ensinar nossos filhos.”

      Caro. Quanto ao “oriental”, pesquise sobre a “grande fome na China” patrocinada pelo ditador comunista Mao Tse Tung.

      ” O PIOR SISTEMA DO MUNDO É O DEMOCRÁTICO…EXCETO OS OUTROS”. Na sua genialidade, Churchill quis dizer que, mesmo com suas imperfeições a DEMOCRACIA é o melhor para os povos que amam a liberdade.

      PS: Meu comentário foi postado num moderno computador criado pelo “sanguinário, explorador e criminoso sistema capitalista”.

    • O que vc sabe sobre Cuba e sua história???
      Sangue? Nas mãos da igreja católica tem mais!
      Ao contrário de nós, eles possuem grande consciência e conhecimento político, que lhes deram conhecimento da verdadeira causa do que estava realmente acontecendo com seu pais por motivos “capitalistas”…
      Esta palhaça, é montada com DOLAR, vítima, como nós somos, da inteligencia de grupos dominantes que detêm anos de experiência na arte da manipulação das massas…
      Me indique o lugar no planeta onde exista realmente a tal “liberdade de expressão”. Cuba tem um sistema de saúde exemplar, suas escolas tem um ótimo sistema de ensino, formam pensadores, em todas as áreas, nós programamos pessoas para repetirem funções pre determinadas, como em todo sistema capitalista, cai nisso não, isto é manipulação, Fidel fez como um ditador oriental de um pais quase destruído pelo ópio que havia sido implantado pelos mesmos ocidentais que querem que vcs acreditem nesta palhaçada, este ditador oriental também sofreu sanções e embargos, sendo obrigado a se “isolar do resto do mundo, sabe de que pais e de que ditador estou falando?
      Talvez não, por favor, não acredite em tudo o que vê ou ouve e viva a filosofia… Abraços…

  14. A reportagem foi muito divertida, mas dizer que correu riscos é no minimo tendencioso, Cuba sempre teve que tomar cuidado com a propaganda difamatória e com os espiões, apenas por isso a policia era chamada para averiguar, vocês tiveram toda a liberdade de circular, seja honesto e seja feliz.

  15. O pessoal que estava lá protestando voltava do McDonalds e postava as fotos e insultos no Facebook.

  16. Se todos aqueles que se manifestam contra o sistema de cuba conquistado em uma revolução, tivesse a dignidade de se manifestar contra o embargo teria o meu respeito, a cinquenta anos os EUA vem cometendo este crime contra os cubanos, liberdade de expressão significa combater tudo que for de mal contra a humanidade, fazer o povo passar necessidade pra derrubar um regime é um crime, e quem defende o embargo é um criminoso, e esta senhora não tem dignidade de criticar o sistema quando não se manifesta contra o embargo.

    • Cara Eloir. Enquanto a ditadura cubana era mantida economicamente pela União Soviética, Castro estava pouco se lixando para o embargo americano.Quando do colapso do comunismo Cuba se viu sem a mão protetora da “pátria-mater”, a ex-URSS. Os povos recém libertos no leste europeu tinham que se recuperar do atraso deixado pelos regimes totalitários e Cuba passou para 2º plano. A tática de Fidel foi perfeita, temos que achar um “culpado” pelo nosso próprio fracasso e aí todo mundo já sabe….. o “embargo” É o culpado e se alguém discordar passará uma temporada em La Cabaña. Em tempo,quando o “EMBARGO” às liberdades individuais do povo cubano será erguido pelos ditadores da ilha?

  17. Interessante essa noticia que encontrei nos principais portais 2 anos atrás. Se a Yoani fosse americana e tivesse recebendo financiamento estrangeiro do governo cubano para atuar politicamente lá, será que o destino dela seria esse?:

    “Os americanos Walter Kendall Myers, 72, e Gwendolyn Steingraber Myers, 71, foram denunciados por atuação ilegal como agentes de governo estrangeiro. Segundo o processo eles atuavam nos EUA como agentes de Havana a servico do governo cubano.

    Myers foi condenado nesta sexta-feira à PRISAO PERPÉTUA, sem direito a liberdade condicional.

    As informações transmitidas ao governo cubano eram, em sua maioria, de natureza econômica. Os documentos dizem que o casal recebeu pouco dinheiro em troca das informações. Em sua defesa, Myers disse que foi motivado pela ideologia comunista e pela convicção de que o povo cubano se sentiria ameaçado pelos Estados Unidos.

    O juiz do caso, Reggie Walton, disse que o casal merecia uma severa punição por trair os Estados Unidos e se disse perplexo pelo fato de os dois declararem não ter consciência de estar prejudicando o país.”

  18. Bem, pelo menos um argumento deve ser considerado pelos manifestantes Pró-Ditadura. Em Cuba jamais aconteceria o Mensalão para comprar votos de parlamentares a favor do Fidel. Claro que não, porque lá não se vota nada. Não tem Congresso, nem Senado. Quem decide tudo é o chefe (que também é o STF) e quem discordar e tiver sorte vira preso político. Dependendo do chefe, o opositor vai pro paredão receber o fuzilamento. Ahhh…e a família, ainda paga as balas…

  19. Para aqueles que tanto defendem Cuba como o Sr Alexandre, uma dica muda para lá. Alfabetizados não significa que tenham liberdade e é sobre isso que estamos falando. Voce como qualquer um sabe que se tiver condições financieras para sair do país basta ter pasaporte e o país que voce que visitar aceitar. Em Cuba voce e tantos outros defensores sabem bem que voce só sai se o governo autorizar. Quando fui a um Congresso de saude perguntamos as nossas amigas e amigos o que gostaiam de receber de presente do Brasil o que queriam? sabonete, papel higienico, creme dental, desodorante Olha que maravilha viver em uba e ser alfabetizado. Os professores que ministraram aula na Universidade ficavam sabe com quanto do que o estado pagava? 5% do total os outros 95% era enviado diretamente para Cuba para a conta do estado com uma condição só quando chegassem de volta ao pais receberiam seu 5% descontados kkkkkkkkkkkkkk. Alfabetizados? Dois desses professores preferiram pedir asilo que foi concedido um casal médico (marido e mulher) sabe porque o outro dos tres que vieram não ficou? simples: o conjuge trabalha no setor de defesa do país e portanto não tem permissão de sair… simples assim. Alfabetizados.

  20. Olha Tas, concordo com você e com Mujica quando dizem que não existe mais esquerda ou direita, apesar das nossas filosofias nos direcionarem pra um lado ou pra outro. Como por exemplo, sonhar com um mundo mais justo e digno que abranja a todos, através de transformções sociais, é um dado que automaticamente se direciona mais pra esquerda, ou pro que você quiser chamar. Vejamos o exemplo do Uruguai, cujo presidente não quer se intitular de ”esquerda”, mas age com as filosofias da mesma, e o que vemos claramente são mudanças de deixar os conservadores de cabelos em pé. Bom, mas falando de Cuba.. O que vi no seu vídeo, como outra pessoa comentou, destoa completamente da imagem que você quer passar de Cuba. Eu mesma, moro na Suiça, e conheço a namorada do meu vizinho que passou um ano aqui LEGALMENTE, estudando, e só retornou á Cuba porque as leis suiças não permitiram mais que ela ficasse aqui. Então, sinceramente, não compreendo esse monstro pintado, essas falácias contadas a respeito do país. Um país que respira revolução, pela lógica, se estivessem sendo reprimidos, já teriam se levantado novamente contra o poder. Eu não achei legal também a comparação que você fez, dizendo que na Alemanha de Hitler, por exemplo, também não haviam mendigos, sendo que pra isso foi necessária a acepção de pessoas, a confiscação de bens dos judeus que na época detinham maior poder econômico. Tas, o que aconteceria com alguma outra pessoa de outra nação, que estivesse residindo na mesma, e estivesse fazendo essa ”turnê” mundo afora contra a própria nação? Acredito que essa senhora tenha a liberdade dela, sim, de lutar por algo que ela julgue melhor, sendo isso genuíno ou não. Mas por que não tem o apoio do povo cubano? Não quero afirmar com isso, que Cuba seja perfeita, que seu regime seja perfeito, mas dentre os moldes que temos mundo afora, não consigo ver motivos pra tanta propaganda contra Cuba. O que mais me motivou a escrever isso pra você, foi o dado de que Cuba é o país que menos viola Direitos Humanos. Acho que apenas por esse motivo, pressupõe-se uma mínima dignidade de vida que se expande a todos os cidadãos. Agora sua defesa a Yoani, é o que me deixa mais cabreira, por ser uma pessoa tão contraditória, com falácias comprovadas. Além do mais, quem está financiando essa turnê dela pelo mundo?

    • Há gente que diz que um número cada vez maior de pessoas se insurge contra a ditadura e que são violentamente reprimidos.
      Imagine uma blogueira que recebe financiamentos escusos para falar mal de seu país, uma pessoa assim deve estar sendo torturada nos porões da ditadura castrista…
      Dizem também, que quando as estatísticas dizem que não há analfabetismo em um determinado país, que há médicos de sobra para atender a população de um país, que as crianças de um país não passam fome nem ficam sem um teto para morar, que isso nem sempre mostram que a vida está bem, tal como na Alemanha Nazista que torturava e matava os judeus de seu povo.
      Eu concordo inteiramente também. Acho que Fidel Castro é o Hitler que atravessou para o século XXI e vive com um campo de concentração em seu país onde manda todos dos desafetos do regime para torturá-los e matá-los. Esse campo de concentração se chama Guantânamo e a população de Cuba deveria todos os anos celebrar (ainda que as escondidas) a “invasão da baía dos porcos” e todos os anos buscar marcar o aniversário de tal data com manifestações para derrubar o regime de Castro que tanto mal faz àqueles que querem Cuba livre de gente estudada, bem nutrida, com moradia e saúde de qualidades, assim como o “dia d” em normandia.

    • Obrigado, Késsia, minha citação a Hitler é que nem sempre quando as estatísticas dizem que as coisas vão bem- desemprego, economia, saude…- isso que dizer que as coisas estão bem. Como aconteci na Alemanha nazista. Quanto ao apoio do povo cubano à manifestações anti-ditadura, elas existem em número cada vez maior. São só são, muitas vezes, violentamente reprimidas. Daí, o terror da situação.

  21. Deixem o pessoal protestar, eles tem direito pow.
    Eles compraram suas camisas de marca com a imagem de Che Guevara. Eles vivem uma vida sofrida, afinal o 3G as vezes fica com um sinal ruim no Galaxy S3 (iPhone é coisa de capitalista). Eles tem todo o direito de protestarem afinal eles defendem completamente o socialismo. Eles sim podem protestar contra uma mulher que reclama do fato de não poder reclamar.

  22. FOI POR CAUSA DESSA “democracia” CUBANA QUE TIVEMOS QUE ATURAR A REVOLUÇÃO DE 64 E PASSADOS QUASE 50 ANOS AINDA CONTINUAM COM A MESMA MENTALIDADE. DEMOCRACIA DESDE QUE SEJA O ELES QUEREM.

  23. Oi Tas, sobre a liberdade de expressão que conquistamos com o fim da ditadura, tá meio capenga em. Assim como fidel manda lá, seu patrão na band e mais uns quatro mandam aqui. Vendem matéria e são tendenciosos, mas mantem a pose de “liberdade de expressão”, cada uma fala o que pensa, não tem censor mais, blá blá blá. Enfim, é um monopólio mascarado, a mesma coisa que os Castro fazem explicitamente.

    Sobre a blogueira, transformá-la em heroína da liberda de expressão é bom, pra pressionar Cuba. Mas a ficha dela é obscura, quem tá pagando a viagem dela? estadia do marido e filho em hotéis, 20 páises, várias cidades, dá uma despesa boa pra uma cubana.

    • Eu concordo que aqui, no Brasil, é sem dúvidas melhor que cuba. Mas descordo do “cada vez mais com chance de expressas os nossos”. Mesmo assim exclui muita gente, muita opinião, e ainda por cima a lógica do mercado de comunicação – tradicional, não a internet sem lei com seus bloguinhos ou casos isolados – tá indo numa direção que a tendencia é só piorar as coisas, que é limitar ainda mais o acesso. Acho que precisa mudar muita coisa.

    • Talles, alguém já disse que a democracia é o pior regime já inventado, com a exceção de todos já tentados antes. Esse é o jogo da liberdade de expressão, uma pluralidade de opiniões e veículos, com suas linhas editoriais e interesses comerciais. Estamos cada vez mais com chance de expressar os nossos e decidir o que concluir. Isto é inegável.

  24. Sabe o que está faltando pra esse bando de SUÍNOS comunistas?
    Um buraco bem fundo pra eles e toda essa ideologia que fede! Essas bactérias fecais
    são um bando de vampiro sugando o estado, sustentado por quem realmente gera
    impostos e quer ver esse BRASIL crescer. Não pensem que os verdadeiro brasileiros
    serão sub-julgados. “É MAIS FÁCIL UM CAMELO PASSAR NUM BURACO DE UMA AGULHA DO QUE UM SUÍNO DOMINAR O BRASIL.” Tirando fora o lixo o País ainda é ótimo…

  25. Parabéns Marcelo Tas! Esses pseudos socialistas, comunistas que não estiverem contente com a “democracia”, que vão morar em Cuba ou na Coreia do Norte! Aqui é Brasil!.’.

  26. Esta moça incomoda tanto ao regime cubano que precisam até arregimentar paus mandados do PT e da União da Juventude Socialista aqui no Brasil para tentar calá-la na sua visita. Não a deixaram falar num debate quando ela tentava responder às perguntas feitas por eles mesmos. Vê lá se alguma democracia capitalista precisa temer tanto um cidadão comum. Prova da baixeza e corrupção do regime cubano.

  27. Tas, não podemos falar mal do regime cubano, afinal de contas ele te deixou magrinho e com cabelos. Gordinhos e Carecas, vamos embora pra Cuba.

  28. Primeiro quero parabenizar a reportagem, nem parece que foi a 28 anos atrás, pena
    que os manifestantes pagos para fazer barulho pelo PTralhas, na chegada da Yoani Sanches não terão acesso a este vídeo, e para os ideologistas pro Cuba, pro Fidel, é muito fácil apoiar o regime estamos aqui, o interessante é que eles fossem morar na ilha.

  29. É muito fácil criticar quando não se sente na pele o que é não poder expressar sua opinião! Aos que são contra, se estivessem em Cuba provavelmente só leriam um blog, de um jornalista como este por exemplo, “roubando” wifi de algum hotel, isso se tivessem um smartphone!

  30. Lendo as postagens, realmente me faz pensar que brasileiro tem é muita sorte, na verdade, é muito abençoado…
    Porque defender regimes totalitaristas só porque tem um ou dois beneficios de viver em cuba e uma enxurrada de problemas chrga a ser loucura. É querer ser retrogrado, alias, eu não sei o que acontece. Cada vez o povo esta mais retrogrado. Defender regimes totalitaristas, defender o uso da bicicleta (?? Qual a proxima, andarmos de cavalo??), defender a não construção de usinas hidroeletricas por causa de ‘meia duzia de indios’ que no fundo so querem mesmo é $$$ sem trabalhar, fora a midia jornalistica apoiando radares, apoiando reduções de velocidades e pior, esses dias a EPTV de tanta propaganda negativa conseguiu até impedir o ampliamento das marginais da Dom Pedro num trecho (entrada fac. PUC). Vendo essa nova otica do povo brasileiro parece que querem:
    - Um regime comunista;
    - Não ter carro, é caro mante-lo pelo custo, impostos e multas, e cada vez mais lento nas cidades as vezes compensa ir até de a pé!
    - Viver na caverna, já que não teremos energia eletrica pro futuro;
    Enfim, talvez viver como em cuba mesmo.

  31. Caramba!
    Muito me surpreende os comentarios dessa militancia… eh dificil entender como existe tanta gente alienada ainda hoje… e o meu maior medo eh que parece que essa militancia eh a mesma que apoia o nosso governo (ou sera ainda a base do governo???).

    Alem disso, os comentarios anti-Yoani parecem maioria.

    Com medo do futuro do nosso pais….

    Esses militantes so conhecem cuba pelas palavras dos membros do partido comunista… duvido que conhecam algum cidadao cubano (procurem os estudantes cubanos que vem passar uma temporada na USP — tao proximos de voces). As historias de miseria e opressao sao muitas. Nao sao poucos os que vem para o Brasil e aproveitam para fugir (alias, aproveitavam, agora nosso governo nao tolera dissidentes e manda de volta para a cadeia em cuba).

    inacreditavel… e TODA vez os militantes vem com esse papinho decorado por anos de lavagem cerebral (mas pelo menos eles sabem ler, nao morrem de fome, blabla) – como se pelo menos isso fosse verdade…

  32. Eu ainda me pergunto… por que esse terror por parte do PT e outros partidos de esquerda em relação a essa mulher??????

    • Boa pergunta, Serena. Se vc descobrir me avisa, por favor, pq isso pra mim é maior que o enigma da pirâmide.

  33. Os brasileiros podem ler e escrever aquilo que bem entenderem. Será? 70% dos brasileiros são analfabetos ou analfabetos funcionais. Ou seja, 70% dos brasileiros são privados do direito de ler e escreve.
    Em Cuba, não há analfabetos. E a Yoani, graças a educação dada por aqueles terríveis ditadores, pode ler o “Time” e escrever seu blog.
    Será que se ela tivesse nascido no Brasil ela teria a mesma oportunidade? A probabilidade diria que não.
    Ademais que liberdade estamos discutindo?
    O Tas prefere a liberdade formal oferecida pelo Brasil. Claro, ele (bem como eu) faz parte de um dos 70% de abençoados que podem ler e escrever em nosso país. Mas, será que os demais 70% da população brasileira, se tivesse que escolher entre não poder ler o blog da Yoani e o “Times”, mas saber ler e escrever seus próprios blogs e revistas, qual será que escolheriam? Difícil responder. Até porque, para responder seria necessário ter discernimento o que somente é conseguido com estudos (ler e escrever).
    Aliás, esse é outro ponto interessante: uma população que não conta com nenhum analfabeto ou analfabeto funcional iria se deixar enganar por tiranos dessa maneira? Ou será que a população fez uma escolha e, para desespero do Tas, escolheu continuar vivendo sem os “luxos” do capitalismo norte-americano, como o luxo de ser enganado periodicamente pela “Times” e pela Yoani, em prol de viver sem miséria e com educação e saúde de qualidade?
    Perguntas…

    • 1959
      HAVANA

      “Só ganhamos o direito de começar”
      diz Fidel, que chega no alto de um tanque, vindo da serra Maestra. Frente a multidão que fervilha, explica que é apenas o princípio tudo isso que parece o final. Enquanto fala as pombas descansam em seus ombros.
      Metade da terra está sem cultivar. As estatísticas dizem que o ano passado foi o mais próspero da história de Cuba; mas os camponeses, que não sabem ler estatísticas nem sabem ler nada não perceberam.
      A partir de agora, outro galo cantará: para que cante, a reforma agrária e alfabetização, como na serra, são as tarefas mais urgentes. E antes, a liquidação deste exército de açougueiros. Os mais ferozes vão para o “paredón”. O torturador chamado Quebraossos desmaia cada vez que o pelotão aponta para ele. É preciso amarrá-lo num poste.
      (Eduardo Galeano)

    • O tal “paredón” foi no curso da revolução. Quantos não morreram na Revolução norte-americana? E na Francesa, que teve até uma fase chamada “Terror”? Acho que quem tem que “procurar saber” mais é você, Tas.

    • Ok, Diego, voce venceu: Cuba é uma democracia, viva Cuba libre!

    • Respeito opiniões diferentes da minha, Tas, mas um “procure saber” é apenas uma tentativa de me desqualificar, ou seja, desqualificar quem opina e não a opinião em si. Desse jeito você vai acabar igualzinho ao Malafaia.
      Aos demais, respeito as opiniões de vocês, mas continuo com a minha: se Cuba é tão ruim assim para seus habitantes porque em mais de 50 anos da revolução ninguém ainda se insurgiu, levando em consideração que Cuba é considerado um território livre do Analfabetismo, visto que apenas 0,2% de sua população é analfabeta? No Brasil, a ditadura durou 20 anos e, ainda hoje, 70% das pessoas são analfabetas ou analfabetas funcionais. Pois é claro que quanto mais instruído é um povo menos chances ele tem de se deixar enganar por ditadores.
      Cuba é um país pobre, sem dúvidas, devido ao criminoso embargo comercial de que é vítima, mas é um país em que os avanços sociais após a revolução de 1959 são incontestáveis.
      Não é um país perfeito, mas qual é?
      Há restrição da liberdade em Cuba?
      Depende de qual liberdade falamos.
      A liberdade formal, aquela em que, conforme assinalado por Florestan Fernandes em seu livro “A integração do negro na sociedade de classes”, a liberdade de ser infeliz onde e como queira, falta realmente ao povo cubano.
      Mas a liberdade material, aquela que confere ao povo as condições materiais para viver plenamente a liberdade, não.
      No Brasil temos liberdade?
      A formal sim, mas de que adianta a formal quando temos 70% da população analfabeta, milhões que morrem nas filas dos hospitais (isso sendo um dos países mais ricos do mundo), enfim, sofrendo de inúmeras mazelas?
      Nenhum país é perfeito, mas a quem cabe decidir seu futuro é ao próprio povo de Cuba e não a nós que estamos a quilômetros de distância. Se o povo de Cuba quer mudanças, que vá às ruas e se manifeste tal como fez o povo egípcio; se o fizer, eu os apoiarei. Do contrário, é apenas uma blogueira com interesses altamente duvidosos (como assinalou Lúcio de Castro, bem lembrado por algum comentarista daqui) vindo passar férias no Brasil com as despesas sendo pagas por sabe-se lá quem.

    • Diego, a resposta é muito simples. Muitos se insurgiram, só que foram violentamente reprimidos. Muitos com a própria vida. O “procure saber” é para estimular voce a ler um pouco sobre a história da revolução cubana, antes de atirar suas certezas a esmo. Nunca ouviu falar no “paredon” cubano? Mais de 3 mil pessoas que se “insurgiram” como voce disse e foram simplesmente fuziladas? Dá um google aí, meu filho. Procure saber, SIM!

    • Muito bom! Parabéns Diego!!!

    • Alguém poderia me explicar porque em Cuba não há democracia, eleiçoes, gostaria de saber se em Cuba pode haver manifestações iguais a esta feita no Brasil, contra a Yoani, aliás eu tenho muitas dúvidas, se Cuba é tão bom de se viver, porque as pessoas são proíbidas de sair, outra dúvida se em Cuba é um regime comunista porque a família Castro é tão rica.

    • Marcos Paulo de Castro 20 de fevereiro de 2013 at 11:12

      Eu não entendo como alguém pode elogiar regime cubano. Não há liberdade na ilha de Fidel, não há educação (país fechado é mal educado), não há medicina de qualidade (eu sei, pois conheço a realidade cubana).
      Somente um idiota como Hugo Sanches poderia escolher Cuba para tratar-se de câncer. E apenas outros mal informados como o Sr. Diego podem imaginar que Cuba é um país adiantado e livre. Santa ignorância……

    • Renato Garcia Pereira 20 de fevereiro de 2013 at 9:51

      Então, Tas… aí é que a “porca torce o rabo”. Depende de qual “realidade” a gente “procure saber”. O que todos estão de acordo, direitistas e esquerdistas, é que ditadura e imposição de pensamento único é terrível para qualquer nação. OK! Agora, como saber se o regime cubano realmente desagrada aos habitantes da ilha? Se caminharmos no ponto de vista da blogueira, veremos um país miserável, sem acesso às mais modernas tecnologias e sem respeito à pontos de vista diferentes. Descobriremos a perseguição aos dissidentes e a infelicidade de quem deseja ver a entrada de um modelo econômico capitalista na ilha.
      Porém, se caminharmos no ponto de vista da “revolução”, veremos os modestos, mas muito eficientes, progressos na ilha no sentido social: não há fome, não há analfabetismo, não há desabrigados, não há desempregados. Todos vivem com o básico do básico, mas vivem. Em contraste com a blogueira, como podemos ver em outros blogs de outros jornalistas que já visitaram Cuba muitas vezes e viram a “realidade cubana” de perto (como, por exemplo, Lúcio de Castro da ESPN – e o pior é que o sobrenome dele não é trocadilho!!!) descobrimos os patrocínios dados à ela pelos países “democráticos” que contradizem os princípios de embargo econômico ao regime comunista dado por esses mesmos países; vemos também a maioria da população que apoia o regime (como os influentes integrantes do Buena Vista Social Club); por fim, vemos que o que incomoda mesmo um dissidente é a impossibilidade de possuir bens materiais que outras pessoas no mundo podem ter, segundo as propagandas capitalistas, à vontade. Na propaganda capitalista, todo mundo que trabalha arduamente e demonstra competência pode possuir uma BMW, um iPhone e imóveis em praias e campos, além de poder viajar o mundo todo e conhecer os mais finos restaurantes e museus das mais belas capitais mundiais.
      O que a propaganda costuma esconder, no entanto, são a realidade de países vizinhos à ilha que resolveram seguir o “caminho democrático”, como Haiti, Jamaica, Trinidad & Tobago, Honduras, Nicarágua e por aí vai. Quando são descobertos as conseqüencias do regime capitalista, principalmente a tendência à desigualdade social (inexistente no comunismo), aí começam a aparecer filósofos/antropólogos/cientistas políticos que costumam apontar “elementos” até então desconhecidos pelos alvos da propaganda como motivos da falha do sistema, como etnias, raças, sexismos, indolências, déficits de inteligência e pró-atividade, inaptidões, corruptos e corruptores, enfim, as arestas que precisam ser “aparadas” para o bom funcionamento do capitalismo. Ah, e fundos de investimento, muitos, muitos deles; bancos; bolsas de valores e suas ações “blue chips”; capital de giro, enpréstimos a perder de vista, juros, ágio, câmbio, capital especulativo… executivos, CEOs, chairmens, presidentes, superintendentes, gerentes… CHEFES!! Esqueceram de dizer aos dissidentes que não são eles quem serão os chefes…
      Mas isso tudo deve valer a pena pra se ter um iPhone ou poder ler dezenas de jornais caros capitaneados por barões da mídia…

    • Defender uma ditadura assassina é, por si só, um ato desprezível. Vc deveria se envergonhar dessas suas palavras. É como defender um bandido sanguinolento “dono” de um morro, que dá comida, educação, remédios, etc..aos moradores. O que vc está fazendo aqui? Vá o quanto antes na embaixada pedir sua cidadania cubana. Falar é fácil meu chapa. Fora ditadores do mundo todo !!!!

    • Diego, tomou?

    • Relamente como disse Tas você desconhece a realidadde cubana, se o povo cubano é tão culto como você disse, por que os Castros não deixaram a internet livre???, não deixam reunir as pessõas, repetaram as instituções, dividirem os poderes?

      - o povo não saberia escolher e processar as informações dos ‘imperialistas’ na interntet?

      - essa ‘porcaria’ das redes sociais não serve para nada e permitiria a eles se relacionar e opinar em qualquer blog?

      sabe, o Fidel Castro muitas vezes disse que o povo de Cuba é o mais culto do mundo, a internet não é todo, mas duvido que pessoas como você Diego Alexandre poderiam já vivir sem internet. Essa afirmação de Castro é minimamente contraditoria.
      O povo de Cuba não sabe discutir, não por falta de educação é sem por que nunca foi permitido de argumentar os ‘ideais’ do governo. Esses manifestantes de esquerda que receberam a Yoani parecem exatamente como aqueles que cegamente defendem ainda hoje a lembrança do que a revolução realmente fiz de bom. O pecado original dos Castros foi deixar morer as coisas boas que poderiam ter deixado como legados para gerações futuras se eles não tiverem permanecido no poder de maneira dictatorial já por mais de meio século.
      Deve fazer uma viagem lá e tentar vivir com 20 dólares por um mês, isto seria uma experiência suficente para você comprender por que pessõas como Yoani são tão odiadas pelos Castros. Lembre que tentou sair 20 vezes durante anos de Cuba, a primeira visita é ao Brasil e olha como receberam ela.

    • Diego,

      Segue uma pequena fabula para que reflitamos sobre a importância da liberdade:

      “ Estava uma velho senhor em um bar em Havana e este comenta com a pessoa que estava a seu laco: sistema horrivel este que temos em Cuba, nao?

      Ao perceber a surpresa de seu interlocutor o velho senhor insiste: nao temos liberdade para falar, exprimir nossas idéias, ser contra o regime e até sairmos do País.

      Não suportando ouvir tais palavras o interlocutor imediatamente grita: SOU UM POLICIAL E EM NOME DO GOVERNO DE CUBA O SENHOR ESTA PRESO.

      O velho senhor fica tranquilo e segue calmamente, junto ao nervoso policial, para a delegacia. La chegando o delegado pergunta para o senhor se as acusações eram verdadeiras ao que ele se apresenta e responde: SOU O GENERAL ERNESTO GARCIA E EM NOME DO EXERCITO EXIJO QUE ESTE POLICIAL SEJE PRESO POR DESACATO A AUTORIDADE.

      Obivamente que o policial e imediatamente preso e o general, antes de sair da delegacia, o visita e afirma: NÃO TE FALEI QUE ESTAMOS EM UM SISTEMA HORRIVEL!“

      Primeiro a liberdade que é o mais sagrado e elementar direto. boa sorte Cuba!!

    • Quantos cubanos podem votar
      Quantos cubanos podem exercer o seu direto de ir e vir
      Quantos cubanos estão na classe media
      Quantos cubanos podem falar o que pensam
      Quantos cubanos podem ler livros
      Qual o IDH de cuba
      Quantos cubanos tem um computador em casa
      Quantos cubanos podem possuir um carro
      Quantos cubanos podem exercer sua religião abertamente
      EXISTEM CUBANOS QUE PODEM IR E VIR, QUE ESTÃO NA CLASSE MEDIA, QUE FALAM E ESCREVEM O QUE PENSAM, QUE TEM COMPUTADORES E CARROS E DIREITO E SUA RELIGIÃO, PENA QUE NENHUM DESTES CUBANOS ESTA EM CUBA , CUBA É O PARAÍSO , UM EXEMPLO QUASE MITOLÓGICO PARA QUEM ESTA FORA E NUNCA FOI OU VIVERA A VERDADE CUBANA E O INFERNO PARA QUEM ESTA LÁ E DARIA TUDO PARA SAIR.

    • Concordo com a resposta do Tas, integralmente. O que vale mais: ser livre ou ser alfabetizado, comunistas?

    • Caro Diego, podemos ver que os dados que o senhor está utilizando sobre o Brasil são verdadeiros, porém fica a questão, e os dados de Cuba? De onde estes vêm? Será que são imparciais, ou são manipulados pelo governo local, assim como era feito no Brasil nos anos da ditadura militar? Será sites como o da transparência Brasil podem funcionar em Cuba no regime castrista? Lembre-se meu caro, que a liberdade de expressão é base da democracia, ou seja, o poder que vem do povo. Sabemos que estamos longe da plenitude democrática no nosso país, mas te pergunto, onde estamos mais fácil de conseguir, no Brasil ou em Cuba?

      PS.: Tás, parabéns pelo texto e pela defesa da democracia, por isso que sou cada vez mais seu fã. Abraços!

    • Me parece que quem desconhece a realidade Cubana e a realidade das nossas periferias é você, Tas. O que foi que o Diego falou de errado? Não se esconda atrás de um “procure saber”.

    • Diego, no momento que você se der conta que um regime totalitário ensina às crianças o QUE LHE CONVÉM ENSINAR, você vai perceber que partiu de premissas totalmente equivocadas.
      Educação em um regime totalitário não ensina só a escrever. Ensina como pensar, o que aceitar, o que tolerar. Você talvez não entenda isso porque é uma realidade bastante distante da sua, que pode por conta própria ler Marx e achar bonito; pode navegar na internet e trocar idéias com amiguinhos esquerdistas em fóruns virtuais, etc. Lá eles só tem uma via de conhecimento – o que o Estado diz que é o verdadeiro e o certo. Não há “escolha”.

      Sacrificar as liberdades individuais em nome de uma “educação de qualidade”(aliás, os dados de Cuba são fornecidos pelo governo, ok? então questione um pouquinho isso também) resulta em um bando de ovelhas doutrinadas. Só porque você simpatiza com a esquerda não significa que uma nação inteira deva ser obrigada a se submeter ao ideário dela. Você o fez porque é livre; eles não.

    • Estive em Cuba em 2006 e posso dizer : TERRA ARRASADA!!
      Uma ilha que Fidel condenou. Todo mundo faz bico pra
      sobreviver: medico, engenheiro, professor, etc.
      Eles diziam assim: “Nada se puede aca, pero em las sombras
      tudo se puede!”

    • Diego, as suas premissas são de quem desconhece totalmente a realidade cubana. Procure saber.

  34. Ola Tas,ha alguns anos,,acho que por volta de 96,eu consegui algo inedito.Depois de várias tentativas fianalmente consegui mandar alguns e-mails para ela e recebi respostas. Acompanho, as vezes, o blog dela ha muito tempo.Estou tentando saber a programaçao dela aqui em SP e gostaria de encontra-la.Veja como os tempos mudam.Em 1964, comandei um grupo de estudantes no colegio lá em Porto Alegre, para impedir que a Juanita Castro, fizesse uma palestra contra a revoluçao cubana.Naquela época ainda acreditava que era uma revoluçao justa.Anos depois, veio a decepçao e constatamos,nós da minha geracao, que tudo aquilo era outra ditadura.Agora estou aqui, apoiando a Yoani. E atento ao alerta causado pela atuaçao da militancia petista, que querem criar aqui um regime exatamente igual ao que ela tanto critica.

    • Parabéns! Muito inteligente de sua parte. Vc foi capaz de perceber a importância de cada momento e soube mudar a forma de ver o mundo. Ou seja, vc pensa! Pena que nem todos tem essa capacidade de entender que tudo muda e que nossos conceitos devem, por vezes, acompanhar, para o bem, as mudanças.

  35. Olair Goems da Silva 19 de fevereiro de 2013 at 23:24

    Minha mãe dizia: Uns gostam da manga outros do carôço! como pode alguém pensar que o regime de Cuba é o melhor do mundo? e contestar protesto de uma pessoa que vive lá a vida toda? se ela é Fantástica ou Mentirosa, o que dizer dos protestos dos escritores?, que até morreu um com a grege de fome?. … Ou não dá pra entender o quanto somos idiotas, a faculdade não dá condição da pessoa deixar de ser idiota, ficar comentando aqui o que é e o que não é, ela está errada aqui ou ali, ela fala do que ela sente na pele,e se fosse bom, o povo teria liberdade, que é o bem ainda INALCANSÁVEL no mundo todo, sempre tem alguém querendo Cercear direitos. e o que falar de tanta gente que morreu e outros que estão sofrendo, neste mundo devido á uma família, ou etnia no comando, sugando pra si o de melhor do país. uma prova de que somos IDIOTAS é esse comando político do Brasil atual, quase todos sofreram com a ditadura, converse com a Dilma, peça pra ela contar o que sofreu de tortura? não os socos dos militares, más os abusos sexuais, ali não existia escrúpulos, muito longe, anos luz o temor de Deus. era para ela vomitar, quando falasse de ditadura, de regime fexado. e essa gente que protesta contra essa moça, porque não protesta contra o governo Brasileiro que nunca acabou com a droga? com os Roubos?, com o FRAGELO de nossa corrupção?. …Realmente, acho que somos idiotas, não temos moral alguma para abrir a boca contra essa moça.

  36. A preocupacao do Taz sobre as mudancas em Cuba distoam do que o proprio video mostra.

    As pessoas são alegres, receptivas e sobretudo, apoiadoras do regime.

    Pode-se então alegar que ha lavagem cerebral, mas não que não exista democracia, afinal, democracia ê quando a vontade da maioria se sobressai e não ha duvidas de que o regime e sempre apoiado por la.

    Se la ha autoritarismo, sera que no resto do mundo nao há?

    O que dizer com o fundador do Wikileaks? Será que aparece alguem para dizer que acredita que ele realmente tanha cometido um estupro?

    • Esse seu comentário faria algum sentido, se tivesse lido e prestado atenção a essa frase no texto do TAS: “Quer dizer… quase isso: a “liberdade” era controlada o tempo todo por um agente do governo cubano.”
      Pode-se concluir que nem tudo foi permitido nessa reportagem. Os “alegres e receptivos apoiadores do regime” talvez simplesmente estivesse alegres simplesmente por nunca ter visto um microfone na vida, como índios quando viram pela 1a vez o espelho.
      Não existe argumento plausível que possa defender o que se tornou o regime de Cuba, a intenção pode até ter sido boa no início, mas a execução foi e contiua sendo desastrosa. De boas intenções o inferno está cheio.

  37. Lucas do Nascimento 19 de fevereiro de 2013 at 22:26

    Uma coisa é certa:

    Yoani faz críticas superficiais ao sistema da ilha e assim desvia o foco dos outros graves problemas de Cuba (falta de liberdade, economia arruinada, etc.).

    A questão é saber:
    a) se ela é agente do regime e trabalha em concerto com o aparato de repressão dos irmãos Castro;
    b) ou se a sua crítica é legítima (ainda que superficial) e, assim, é manipulada pelo governo como uma pequena válvula de escape da insatisfação política dos cubanos.

  38. Existem certos fatos que ocorrem no decorrer de nossas vidas que nos levam de volta a um passado, às vezes não tão distante como queríamos e nos transforma em “palhaços do destino”. O Brasil é uma democracia, se não plena, pelo menos instituida. Tivemos militares, pensadores, economistas, sociólogos e até um retirante como presidentes recentes, alguns eleitos outros indicados. Nossa presidente atual escreveu novamente um capítulo a parte em nossa história e continuamos com esta de “mídia corporativista”, “direita atuante” e outros trocadilhos? Minha avó, aliás bisavó tinha uma teoria para isso: quando as pessoas não tem problemas, elas criam um e, muitas vezes, repetem tanto para si que a mentira acaba se “tornando verdade”. Oras, Cuba pode não ser o “monstro” que se pinta mas não é a maior maravilha do mundo. A história prova que regimes autoritários e comunistas, geram ditadores abastados (vide a fortuna da família Castro em Cuba e a quantidade de bilionários ex-URSS). Deixem a Yoani falar. O que for verdade, bem. O que for fantasioso, apresentem prova contrária de forma racional e fidedigna pois, várias das fontes citadas são “tendenciosas”.

  39. Engraçado você Tas, você defender essa mulher. Se pelos menos você fosse ignorante no assunto mais não é.

    Me permita perguntar, em pleno auge da crise Cubana de 85 devido ao Embargo criminoso, você viu pessoas desnutridas ou criança pedindo esmola nos sinais? Creio que não certo?

    • Boom econômico não significa que não existiam mendigos e pessoas passando fome. E você não respondeu qual o enorme perigo que você correu em Cuba.

    • Desculpe, essa vai ter que ser em caixa alta:

      NA ALEMANHA DE HITLER NÃO HAVIA MENDIGOS?????????????

      De onde você tirou isso? Agora, além de ter que provar essa afirmação absurda, você ainda terá de responder à pergunta do Jonas sem sair pela tangente. Você também poderia explicar que enorme perigo correu em cuba ao fazer a sua reportagem. Poderia ser morto? Torturado? Te dariam choques e te jogariam em um poço de excrementos com sanguessugas como no filme do Rambo?

      Acho que você corria muito mais esse risco aqui no Brasil. O que continua verdade até hoje, principalmente se você for da periferia.

      Marcelo, abra bem o olho, fique esperto pra não passar ridículo. Deixa eu te dar uma dica, o Prof. Salim Lamrani, da universidade de Paris-Sorbonne entende do assunto Cuba:

      http://www.viomundo.com.br/entrevistas/salim-lamrani-um-bate-papo-com-yoani-sanchez.html

    • Sim, João, sob Hitler, a Alemanha viveu um boom econômico, contrastando com a barbárie produzida pelo nazismo. Procure nos livros ou no Google.

    • Jonas, na Coreia do Norte ou na Alemanha de Hitler também não havia mendigos. E daí?

  40. Saudações Taz. Eu era fã do Ernesto Varela.
    Quanto ao assunto: Viva a Liberdade de expressão, Principalmente para os adoradores do Regime Cubano.

  41. roberto henrique rosemback 19 de fevereiro de 2013 at 20:46

    A questão é referencial. A Revolução Cubana nâo foi um golpe no povo cubano.Foi uma conquista do poder pelo povo e a derrubada da ditadura de Fulgêncio Batista.As lideranças puderam com apoio maciço e inequívoco deste mesmo povo traçar a politica que mais lhes interessava. O Socialismo foi a opção que de maneira mais justa poderia enfrentar os graves problemas sociais.São inegáveis os ganhos sociais de Cuba no combate à miséria e ao analfabetismo.O preço ( restrição das liberdades democráticas )pode parecer alto para alguns mas não o foi para a maioria esmagadora do povo cubano. Agora se busca mais liberdade e é justo. Mas da maneira que esta moça vem fazendo não me parece correto e sim mais um dos tantos movimentos da mídia capitalista( que julga ser o seu “way of life” o único possível) de denegrir as conquistas das revoluções populares da América Latina.

    • Amigo, acho que você se expressou equivocadamente, pois na Holanda e na Suécia uma prostituta ou um garçom ganham quase o mesmo que o médico ou um professor. O que eu acho que você quis dizer é que uma sociedade que acredita que um garçom ou uma prostituta vale menos ou é menos humano que um médico ou um professor está fadada à falência moral e ao iminente descrédito de outras nações, como está ocorrendo atualmente com alguns países modelo… cuidado com as palavras. Tenha um bom dia!!!

    • Um regime onde uma prostituta ou um garçon ganha mais por dia do que um médico ou professor está falido. É este o resultado da revolução cubana?

  42. É mentira que o “blog” de Yoani seja censurado em Cuba. Existem toneladas de vídeos na internet de cubanos e turistas acessando livremente o “blog” deste esbirro. Yoani só é “célebre” para os seus financiadores e simpatizantes pois o jornalista francês Salim Ramrani PROVOU o esquema de Yoani e empresas “amigas” para fraudar seu rating no Twitter. Ninguém segue este LIXO! Ela mentiu para Jimmy Carter, mentiu sobre ter entrevistado Obama (foi desmentida OFICIALMENTE pela Casa Branca), mentiu ontem em Salvador ao dizer que estava “conhecendo a banda larga” pois morou durante anos na Suiça. É uma mitômana, mentirosa contumaz. Blogueiros de verdade, sem aspas, são aqueles bravos brasileiros como o Altamiro Borges, Eduardo Guimarães, Rodrigo Vianna e centenas de outros que enfrentam todos os dias a mídia corporativa podre do Brasil!

    • Depois de morar no Brasil por mais de sete anos, no declararia persona non grata a nehum brasileiro que for em Cuba, todo o contrario, daria a benvinda, ainda mais se defender mediante o pensamento e de forma pacífica, as coisas que Yoani tem defendido em Cuba. A você marcosomag, precisa de ir lá sim a morar e quando expresar alguma coisa contra seja deportado ou colocado subitamente num carro da policia segreda, e deixar onde vc nem sabe, como fizeram com Yoani. Eu fico contente de esses outros brasileiros que tem se expresado aqui não só respetuosamente com comentaristas como você, mais sim com um conhecimento melhor da realidade cubana.

    • Yoani é crítica. Não faz o jornalismo a favor que você aprecia.

    • Ok. Digamos que ela minta. Faz sentido toda a agressividade do governo cubano? Ou de ilolatras brasileiros (que não tem nada a ver com isso) agredindo verbalmente? O que muda de fidel castro para outros imperialistas sanguinários? Hora, o que eles temem?

      As pessoas se prendem a modelos que na verdade são tudo a mesma coisa… Capitalismo, Comunismo, bla bla bla… Um , poucos ganham muito e muitos pouco, o outro, um ganha tudo e os outros nada. O problema é o homem, e não o seu sistema social… o resto é resto!

      Romantismo besta!

    • Resposta ao n 001…marcosmag…..
      Porque o amigo não vai morar em Cuba? Lá deve ser o local certo para tanto ódio e cegueira. aqui é o Brasil, e qualquer um tem o direito a ter opinião. Inclusive tu, infelizmente!

  43. Entre idas e vindas, quase 2 anos morei em Havana (2009-2011), certo que há limites…, no entanto, as possibilidades são muitas, “realidade real”, sobretudo no campo sócio-cultural.
    Realmente um país incrível, cuja história é muito maior que as últimas cinco décadas da revolução comunista…
    Penso que a jornalista, que deveria ser muito bem recebida no Brasil, tem propositos muito especificos, sabe-se lá se com ligações obscuras…, mas se pudesse pensar em seus filhos e nas novas gerações, lembrará de tecer alguns comentários positivos sobre a realidade cubana – O QUE É FATO, do contrario, estará sugerindo o suicidio coletivo dos jovens cubanos…
    Alimentemos sempre as esperanças, ainda que com exercícios de crítica!
    Só fala mal…
    Ouçam Tony Ávila, um jovem cubano que “canta por mudanças”, más não tira os pés do chão…
    http://www.youtube.com/watch?v=YyvSp5bbL0w

  44. Celio de Toledo Sumar Junior 19 de fevereiro de 2013 at 19:25

    Postei este texto abaixo, que escrevi na minha página do Facebook, antes de publicar por lá esta sua matéria, que, aliás, quero agradecer e aplaudir. Essas coisas, as quais só conseguimos fazer por termos os tais 20 e poucos anos, às vezes são justamente aquelas que nos serão eternas. Parabéns pela matéria da época em Cuba e pelo texto acima.

    Zezinho de Athaíde é um cara um tanto complicado. Vejam só, ele diz que é a favor da liberdade de expressão, que é contra o domínio dos capitalistas na mídia, que as instituições estão todas a serviço do capital estrangeiro, que o Judiciário é sempre ou omisso ou servil à classe dominante, que todos aqueles que não percebem ou não lutam contra essa forma de dominação imperialista são uns teleguiados, uns acéfalos, uns paus-mandados e mais um monte de elogios grandiosos. Mas, ao mesmo tempo, ele acha que a Venezuela está promovendo um avanço com a chamada “revolução bolivariana”, que Cuba é um exemplo de organização social e de liberdade para o seu povo, que a Coréia do Norte e o Irã vão com suas experiências nucleares reescrever o tabuleiro político do mundo e mais um outro monte de coisas pomposas, ressonantes e que provocam adesismo imediato aos verdadeiros patriotas e bem informados cidadãos da sua pátria mãe.
    Essa matéria abaixo talvez me ajude a compreender um pouco mais a cabeça do Zezinho de Athaíde. Acho que vou pedir para ele me oferecer um curso intensivo de cidadania, patriotismo, história e desintoxicação do monte de besteiras que eu a vida inteira vi, li compreendi e aprendi.

  45. Tas, tanto a sua matéria original quanto o post são sensacionais! Parabéns mais uma vez!

    Entretanto, acredito que o dito “mundo ocidental” só tem liberdade de expressão até a página 2. Quando incomoda, a tal liberdade acaba em um instante: basta citar o caso do Assange, da proibição do CQC no Senado, do jornalista que é condenado a pagar milhões por divulgar fato jornalistico, por termos livros contra a corrupção sendo censurados pela justiça, etc.

  46. E Yoani Sánchez mandou essa: “Viva a Democracia, em meu país também quero essa Democraria”.

    Eu também quero essa Democracia no país de Kadafi, “irmão, líder e amigo” de Lula da Silva.

    A turma do PT e agregados adoram a Liberdade de Expressão, mas só para criticar o governo tucano.

    Lamentável!

  47. Muitas opiniões, muita divagação. Minha experiência pessoal: sou da área de TI, e entrevistei um cubano analista de sistemas que estava “preso” no Brasil. Explico: o sujeito conseguiu sair de Cuba há alguns anos para fazer um treinamento em TI no Brasil, mas “molhando a mão” de um agente federal naquele país (era a única forma), que por sua vez não legalizou sua saída. Ao tentar voltar, foi declarado “fugitivo” e impedido de rever sua família. Somente após anos conseguiu voltar. Quem defende esse regime político é no mínimo medíocre. Mas (…) viva a liberdade de expressão!

    • Ela é realmente um fenomeno: nunca mobilizou UMA unica pessoa em Cuba, nunca conseguiu UM unico seguidor em Cuba, sua relevancia lá é ZERO.

  48. A pergunta que não quer calar e se alguém souber pode até me responder: durante a ditadura militar, os perseguidos políticos pediram asilo em vários países…Inglaterra, Londres… alguém sabe de algum perseguido político brasileiro que quis morar em Cuba?

    • O Zé Dirceu pediu anistia mas não aguentou. Preferiu viver disfarçado no interior do Brasil. Nem a mulher sabia que o Zé era o Zé, até porque, se soubesse o que fez e faria, acho que não aguentaria.

    • O Zé Dirceu. Fez até curso de guerrilha.

  49. Olá cambada de puxa saco dos americanos. Quem quiser me dar uma passagem só de ida para Cuba eu aceito com muito prazer. Quanto a essa mulher e esse pseudo gênio chamado Marcelo Tás, devem estar de brincadeira. Estou aguardando a passagem

    • Já reparou que para os adoradores de Cuba todo mundo é a favor dos EUA?
      Arrume um trabalho e compre a tua passagem.

    • Caro Gil. Será que fizeste seu comentário num computador da era soviética gerenciado por “electron’s tubes” ou foi num moderno equipamento criado pelo “capitalismo perverso & selvagem”???? Em tempo, quando a ditadura cubana vai acabar com o “embargo” às liberdades individuais? Será que o “alfabetizado e saudável” povo cubano gosta de viver em “gaiola de ouro”?

    • Caro Gil ! Pede para o Fidel Castro te enviar uma passagem …mas naw se esqueca ,la vc naw vai ter net Pra comentar coisas ridiculas de anlfabeto mal informado …vai estudar um pouco antes de postar besteira .

    • Trabalhar não é a praia dos PTralhas e demais gangues que orbitam o atual poder no Brasil. O que eles querem mesmo é se arrumar em algum cargo público ou receber uma graninha para ficar minitorando e escrevendo besteiras em blogs.

    • Gil, vá trabalhar para comprar a sua passagem.

  50. Ainda tem gente que defende este regime.

  51. De fato, a liberdade de expressão é bastante restrita em Cuba, o que não é um fator positivo. Tampouco há liberdade de expressão plena no Brasil e nas ditas “democracias ocidentais” onde meia de dúzia de empresas comandam a opinião pública, e recebem vastos recursos publicitários de grande empresas, para difundir os interesses políticos e econômicos delas (afinal, quem paga, manda, não é mesmo?). Enfim, esta Yaoni Sanchez, realmente, parece ser bastante corajosa. Mas, será que ela é realmente uma simples blogueira, ou é um fantoche de diversas organizações pagas pelas mesmas grandes corporações que controlam a mídia (p. ex. Instituo Milenium e o Jornal El Pais, da qual ela é um das colaboradoras) com o objetivo de desmoralizar o governo cubano (da mesma forma que este também tenta desmoralizar a blogueira). Teoria da conspiração? Bem, o Wikileaks têm revelados diversos encontros secretos dela com diplomatas americanos. Ainda mais, como uma simples blogueira cubana consegue um super acesso à internet? Como seu blog é traduzido em mais de 15 línguas (quem paga os tradutores)? Por que ela fraudou seu twitter com milhares de seguidores fantasmas (foi uma insuspeita empresa americana de divulgou isso)? Não é estranha esta super exposição midiática? Leia aqui: 40 perguntas para Yaoni Sanches: http://operamundi.uol.com.br/conteudo/opiniao/27260/40+perguntas+para+yoani+sanchez+em+sua+turne+mundial.shtml

    • Nelson Franco Jobim 20 de fevereiro de 2013 at 0:23

      O jornal espanhol El País é de esquerda, mas de uma esquerda moderna pós-Muro de Berlim, não essa esquerda stalinista que censura dissidentes.

    • Oxalá existam dezenas, centenas ou milhares desses “fantoches” recebendo recursos dos mais diversos países contrários a regimes ditatoriais, que desrespeitam os direitos humanos e as liberdades individuais dos seus cidadãos. Que estes “fantoches” consigam ajudar a acabar com ditaduras sanguilonentas como as de Cuba, Irã, Coréia do Norte, Zimbábue, Sudão, Líbia, Turcomenistão, Gabão e outras.

    • antes mesmo da Yoani desembrcar em PE, o assessor do gilberto carvalho,um certo sr. pop foi convocado a embaixada de cuba, para monar esquema de inviabializar a visita e desacreditar a blogueira ao BR, contando com a irrestrita colaboração do orgão dirigido pelo compadre do lulla.
      pergunta: o sr. faz parte do esquema? se sim quantos vale miséria tá ganhando prá isso ?

  52. Ana Cristina Francisqueti 19 de fevereiro de 2013 at 16:53

    Creio que o livro A Ilha de Fernando Morais, escrito em 1976, continua atual, ou seja nada mudou

  53. Comunismo é uma religião. Cada um segue a que mais agrada. O importante é que a cubana possa dizer o que pensa livremente e depois as pessoas menos fanáticas podem tirar suas conclusões. A Liberdade é um bem mais valioso que a comida e a saúde. Liberdade só o ser humano pode ter, os animais são limitados por seus instintos e pra eles basta saúde e comida, que eles não se preocupam com mais nada, só em sobreviver.
    Nós precisamos de algo mais. Liberdade

    • Romualdo, não sei se você viveu aqui durante o regime militar.

      Há uma diferença enorme entre o que vivemos hoje e a vida daquela época.
      Não havia liberdade no Brasil, as pessoas tinham medo de se expressar. Muita gente desapareceu e ninguém sabia como. Hoje, já se sabe que muitos foram mortos e outros fugiram para outros países.
      Correspondências eram violadas. Tudo em nome do combate ao comunismo.
      Ou seja, viver a liberdade é algo que vai além da definição. Viver sob uma ditadura é algo difícil de descrever, pois está ligado ao sentimento.
      A liberdade é um processo de emancipação, não é uma coisa definível como pronta e acabada, é algo em permanente construção. Nós brasileiros somos livres e estamos construindo a liberdade diariamente.
      Há uma eterna tensão entre a liberdade e seus inimigos, aqui no Brasil, nos EUA, em Cuba, Irã, em toda parte.
      O poder econômico pode tolher a liberdade, em nome do mercado, por exemplo.
      Mas, há uma diferença quando ninguém está ameaçado de morte ou prisão quando se expressa.

    • religião? o comunismo? não é a total estirapção da capacidade de pensar e, mais e pior, não adimitir que ninguém ouse pensar.
      ouse ler o poema a caminho de mayakowski para entender bem oque é o comunismo e suas práticas!

    • Marcos, concordo com você.
      O comunismo é uma “religião” e como tal deve ser cultuado: no interior de templos e junto de seus pares. Não nas ruas, fazendo manifestações ruidosas, como a que bloqueou Yoani Sanches. Nem tentando me enfiar goela abaixo esta ideologia falida.

    • O que você entende por liberdade?

  54. De fato Tas é triste ver que existem pessoas que ainda não entederam os problemas politico/sociais no contexto atual e ficam revolvendo o passado sem apresentar soluções inovadoras, parabéns a Yoani pela sua coragem de olhar olhar para o futuro e demonstrar que existem alternativas, e que TODOS podem participar delas.

  55. Wilson Steingräber 19 de fevereiro de 2013 at 16:18

    Toda esta catilinária de esquerda/direita é de aborrecer. Para mim, tanto Yoani´s como Assange´s devem ter o direito de se expressar, respeitando as regras do direito internacional. Temos obtusos em todos os espectros políticos, da esquerda à direita e passando pelo centro. Incluo-me nestes obtusos, pois julgo que pouco sei, apenas quero ter o direito de dizer o que penso sem patrulhamento.

  56. Quanto tempo você sobreviveria como blogueiro no Brasil “com liberdade de expressão” se não repetisse o discurso dos seus patrões ou daqueles que o patrocinam?

    Então de qual liberdade de expressão está se referindo? A hegemônica que paga os seus salários ou aquela que mostra que existe um monopólio midiático?

  57. Caramba, ein, Tass? Que portunhol prá lá de ruim… Ustedes conhece Roberto Carlos? ai ai ai… non te deste verguenza?

  58. Só queria que ela respondesse duas perguntas:
    - Quem está pagando as suas viagens para 12 países diferentes?
    - Quem financia seu Blog traduzido em 20 linguas, sendo que sites da ONU, Banco Mundial sao traduzidos em 5?

    • Pois é, o governo do Lula molusco entregou, covardemente e de bandeija, os 2 atletas cubanos que pediram asilo político durante o PAN. Mas fez o ABSURDO de dar asilo, político, cidadania brasileira, casa e bolsa-asilo-terrorista, para o assassino-terrorista Batisti, que matou a sangue-frio 5 cidadãos italianos inocentes, chegando a criar um conflito diplomático com a itália. Ou seja, pra defender terroristas e assassinos, movem montanhas, mas para apoiar refugiados de ditaduras cruéis, viram as costas. No que o Brasil está se transformando???? Esse apoio que o governo do PT vem dando à ditadura cubana para desmoralizar a ativista Yoani serve de alerta a todos nós. Vamos ficar de olhos abertos e alertas. Também está na hora do contribuinte colocar em pauta e cobrar a anulação das indenizações milionárias que estamos pagando aos terroristas e guerrilheiros comunistas ditos heróis, que lutaram pela “democracia” na década de 1960. Fora ditadura !!!!Seja bem vinda Yoani. Sucesso.

    • Essa é uma pergunta que só faria sentido se fosse dinheiro público. Se o dinheiro é privado, ninguém tem nada a ver com isso. Você precisa prestar contas pra mim ou para outra pessoa em relação aos seus gastos?

    • Ué…!!! E quem financiou a guerrilha em Cuba para a tomada de poder por Fidel? E quem financiou a guerrilha e o terrorismo no Brasil em 1964? E quem financionou a guerrilha na Bolívia que desfechou na eliminação do terrorista Tche-Guevara ? E outras tantas….Eu respondo: a ex-URSS do assassino, genocida e ditador Stalin e também a China comunista do sanguinolento Mao-tse Tung. Depois agente ainda tem que aguentar o cara-de-pau do Lula, chorando no túmulo do Stalin qdo de sua visita à Rússia. Vai chorar no túmulo do Geisel, ora….É brincadeira….

    • Certamente não foi o Tarso Genro, que entregou de bandeja 2 refugiados cubanos do Pan que pretendiam sair da latifúndio improdutivo dos irmãos Castro. Também não deve ter sido o financiador do socialista Zé Dirceu, o Sr. Carlos Slim, o capitalista mais rico do planeta. Suponho que também não tenha sido alguma das empresas que contratam o Lula a peso de muitos dólares para fazer uma conferência (sobre o que e em que língua mesmo?).

  59. Impressionante ver gente defendendo o regime dos Castros nestes comentários. O convite é simples vão viver em Cuba e descubram que depois que a extinta URSS deixou de financiar a ilha os mitos sobre a boa educação e saúde de qualidade também deixaram de existir,a ilha não tem nada, a não ser pobreza e falta de leiberdade.

    • Legal Ana, só tem um problema, se o Brasil também fosse tão bom não veríamos brasileiros saindo em bando do nosso país. Essa cubana imperialista que está a mando dos americanos enchendo o saco aqui no Brasil, devia ir para os USA.

    • Ah por favor voces ainda leem o que este apresentador escreve..ve se o total desconhecimento sobre Cuba

    • Verdade, soh quem conhece as pessoas que viveram lah pra saber, a miseria que aquele povo vive. Eh ridiculo, que os Brasileiros ainda defendam estes ditadores, como Castro e Chavez …O que o PT/PCdoB mostram pros Brasileiros eh uma imagem distorcida da realidade..eh o que os ditadores querem q acreditemos,…Acorda Brasil e deixem de ser bonecos.. Se Cuba fosse tao bom, os Cubanos nao estariam vindo em bando para os EUA!

  60. Ah é… Porque no Brasil, nos EUA ou na Europa você pode acordar em um hotel e ler apenas uma opinião também, mas em cinco ou seis jornais, ou em 10 canais de TV diferentes… grande vantagem, não? (Ou será apenas desperdício de papel e energia elétrica?)
    A única diferença de Cuba pra nós é que aqui posso entrar nesse blog que emite opiniões convencionais e denunciá-las como tais… Mas convenhamos que isso é de alcance tão limitado quanto o blog da Yaoni em Cuba. Especialmente quando os similacros dos cães pavlovianos que habitam a internet limitam-se a dar as suas respostas condicionadas a qualquer coisa que lêem..
    Sem dúvida em Cuba há pouca liberdade de expressão. Mas no resto do mundo o que se costuma entender como essa mesma liberdade se restringe à liberdade de grandes conglomerados midiáticos ganharem rios de dinheiro com o monopólio da opinião pública… ao que me parece, é apenas uma forma de dominação mais eficiente que a cubana… nada mais.

    • Seria triste se não fosse trágico suas “sábias” palavras Tas. Infelizmente é disso que se trata: este é o nível de nossos comunicadores sociais…

    • Nos Eua e Europa há divergência entre “esquerda” pró-mercado e direita pró-mercado, quanto ao Brasil nenhuma palavra não é Tas…então, o que concluo, é que concordas com o Rafael….

    • Meu caro, vou te dar uma notícia bombástica: não existe mais esquerda nem direita. O mundo ficou mais complexo, não é mais dividido entre comunistas e capitalistas, petistas e tucanos, corintianos e palmeirenses. Procure saber…

    • Exatamente graças a democracia, inexistente em Cuba, que pessoal com seu grau de falta de conhecimento, Rafael, podem se pronunciar.

    • Rafael, democracia é você publicar aqui a sua ignorância sobre os jornais dos EUA e Europa. Procure ler mais sobre o assunto.

  61. Sábias palavras Marcelo…..
    Poderíamos doar passagens só ida p/ Cuba para esse pessoal que é contra a visita de Yoani Sanchez…….rsrsssssss, viva a democracia e a liberdade de expressão!!
    A vida da Blogueira não é nada fácil em Cuba, que seja bem vinda ao nosso país.

  62. Sensacional o vídeo Tas!! Sugiro que vc volte em Cuba e faça uma nova reportagem, andando pelos mesmos locais , seria muito bacana.
    Agoara Tas, aqui p/ nós; não ficou meio suspeito vc perguntando p/ o Valdeci se vc era machista?? ahahhahaha
    Mais uma vez Parabéns!!

  63. Essa estratégia midiática de eleger “bolas da vez” para endeusar, ganhar audiência e grana, já tá pra lá de surrada. Há 3 semanas foi a tragédia de Santa Maria (que não vai dar em nada); dias atrás o Papa e o meteorito na Russia e agora esta moça, Yoani. Enquanto isso, em figurinhas carimbadas (Zé Dirceu, Delubio, Genuino, etc) só pinceladas. Pobre país!

  64. Fazer documentario em Resort é fácil, é mole, é lindo
    Quero ver jogar a gata no fundo da Favela
    De Land Resort é fácil, é mole, é lindo
    Quero ver jogar a gata no fundo da Figueira Grande

    Arrocha, arrocha
    De Land Rover é fácil, eu quero ver agora fazer documentario na Figueira Grande!
    Simbora!

  65. realmente seus relatos faz nos enxergar o quão terceirizado é o modo de pensar e agir do governo cubano,que Yoani tenha seu grande sonho que por sua luta diária faz ser o sonho de muitos uma nação livre,sem medo,sem censura,sem ditadura,mais que seja livre de verdade,opinião e informação,”DE QUEM PENSA DIFERENTE”MARCELO TAS É ISSO AI!

  66. Engraçado como essa nossa imprensa “livre” chapa branca dos EUA trata os criticos da politica de Cuba como heroina, enquanto o Julian Assange é tratado pela mesma imprensa como terrorista.

  67. joão Francisco lira 19 de fevereiro de 2013 at 14:44

    Se Yaoni estudar um pouco de história “algo que certamente não fez” concluirá que Cuba antes de Fidel era um país miserável , totalmente desigual, enquanto a maior parte da população na tinha o que comer,era explorado pelos EUA e a pequena elite pro americana vendia as riquezas do país a preço de banana.
    Quando Fidel assumiu nacionalizou as principais empresas comandadas por pessoas ligadas aos EUA dividiu as terras e deu moradia saúde, educação e dignidade a todos os cubanos.

    • Não vou negar que foi preciso uma revolução para tirar Fulgêncio Batista. Mas, Fidel Castro saiu do propósito original para o autoritarismo (ditadura). Perpetuar no poder e não saber a hora de sair, não faz parte de um grande estadista.

    • E precisa se perpetuar no poder? a falta de liberdade apaga qualquer possível benefício. A ditadura se justifica? Os movimentos revolucionários até tinham alguma coerência, mas querer aplicar aqueles ideais hoje é de uma tolice juvenil. Democracia sempre!

    • João,

      certamente tu não conhece Cuba, certamente tu não faz nada de produtivo e muito provavelmente tu foi muito bem doutrinado pela história que o MEC nos faz estudar. Vai lá papagaio de pirata.

      Um regime que promove o roubo (desapropriação), usa da violência e não respeita a liberdade é imoral. apenas miseráveis defendem qualquer regime que restrinja a liberdade.

    • Perfeito. Fidel acabou com as desigualdades em cuba. Tornou todo mundo pobre.
      Se cuba é tão bom por que lá não tem eleição?

    • Ela provavelmente sabe de tudo isso, porém essas conquistas não apagam um regime ditatorial que restringe qualquer tipo de liberdade individual, ou vc acha que para que o povo tenha seus direitos é necessário dominá-lo por meio de medo e violência?

  68. Cuba está igual há 28 atrás.

    • Cuba não parou, ela foi paralisada!

    • Estive em Cuba com a minha Familia, Gostei, conhece pessoas simplis e Alegre, o Mar e Azul como o Céu, e lindo!!!!! mas deparei com situacöes inuzitadas como pessoas que näo conhece o seu proprio Pais, eles näo podem conversar com turistas, turistas näo podem fotografar tudo que ver pela frente, sempre tem alguem te vigiando ,..rsrsrfalar mal do Governo Cubano ??? e CADEIA. Portanto antes de protestar meus amigos BRASILEIROS vai lá em CUBA VER A REALIDADE!!!!!!! quando vc chegar no AEROPORTO vai querer voltar no mesmo VÖÖ que acabou de chegar!!!! Conhecimento nunca e D+

  69. Um belo cão da raça Pastor Alemão conseguiu atravessar da extinta Alemanha Oriental para a Ocidental, saltando o muro que as dividia. Chegando na Berlin capitalista deu de cara com um vira-latas largado nas ruas e revirando o lixo; o Pastor perguntou ao cão faminto como era a vida naquela parte da cidade e o vira-lata respondeu: alguns dias eu como, outros não; às vezes tenho teto, outras não. E você, perguntou para o Pastor Alemão, “como era sua vida no lado comunista?”, Ao que o pastor respondeu: lá eu tinha tudo do bom: saúde, alimentação, moradia… ai o vira-latas interrompeu: “e veio para cá porque?”. E o Pastor Alemão: “para poder latir!”.

  70. Porque será que ninguém faz um texto, no qual venha defender que Cuba seja aceito pelos EUA, Europa e seus assemelhados, mas não, só porque os Americanos abominam os ditadores de Cuba vão todos nessa mesma conversa, será que lá é tudo isso o que o autor narra, da Venezuela dizem o mesmo, mas é tudo mentira, lá é como o Brasil, onde a liberdade de imprensa tem como ir e vir. E por que você não diz que essa visita dela ao Brasil e mais a alguns paises é financiamento pelos Estados Unidos.

  71. Curioso notar que havia uma penca de simpatizantes do regime Castrista protestando a passagem da blogueira pelo Brasil. Havia cartazes (bem escritos) e, bom lembrar, foi dia útil, dia de trabalhar. De onde afinal vieram esses manifestantes tão acalorados? Se pegar um punhado deles, será que é possível descobrir se foram pagos pra protestar? Afinal, se ela é tão desconhecida e o povo brasileiro tão desinformado em relação à política, como vai se preocupar com uma blogueira de Cuba? Nossa imprensa é que está precisando de um banho de curiosidade, porque, até pra mim, que sou ingênuo, isso cheira mal. O castigo dos manifestantes devia ser passar 2 anos morando em Cuba. Voltariam de lá, todos blogueiros..

  72. Tas, ela é filóloga e não filósofa.

  73. Yoani que bom que vc pode vir aqui no brasil, seja bem vinda menina corajosa.

  74. Inquestionavelmente falta liberdade de expressão em Cuba, mas por que dificilmente são exaltados os pontos positivos da ilha? Educação e saúde, por exemplo, que são gratuitas e têm amplo acesso à população? A própria Yoani teve sua educação superior, que lhe permitiu esse olhar “crítico” de Cuba, aonde mesmo? E pergunto, os defensores do “que saudades do regime militar” estarão defendendo a cruzada da blogueira cubana? Se sim, são hipócritas. Acho que há um clima de “much ado about nothing” em torno dela, mas enfim… Saudades do repórter Varela. abs

    • Guilherme se quiser a passagem de ida para Havana, com o compromisso de viver naquela ilha com tantos “pontos positivos” eu posso enviar para você. De Cuba só se salva o povo que é bom, o resto é a personificação da “Revolução dos Bichos” de George Orwell

    • A crítica faz parte de qualquer debate, uma reflexão mais profunda e com perspectivas diferentes servem para construir algo melhor. Imagine um país com a Educação e Saúde que Cuba tem, mas com liberdade de pensamento como os EUA, ou mesmo o Brasil! Por que não podemos ter e discutir esse ideal…
      Ela pode ter suas diferenças lá em Cuba, suas visões e suas vivencias, pode até estar sendo patrocinada pela CIA, e daí?? Que bom que alguém alertou sobre essa “conspiração”, vamos ser mais críticos e deixar ela falar.
      Impedir que ela se fale e aceitar essas manifestações truculentas é compactuar com a mesma ditadura ou censura que havia no passado recente do Brasil e que ainda há em Cuba.

    • É muito decepcionante assistir à demonstração de autoritarismo no ato que marcou o cancelamento do filme da Yoani. Aquele protesto só pode ter sido organizado pela escória da política nacional, cujo único objetivo é manter a teoria da ditadura da esquerda na América Latina. Parabéns Yoani, por enfrentar esses baderneiros. Parabéns ao senador Suplicy, que também enfrentou esse pessoal.
      De todos os presidentes populistas, o único que realmente foi eficiente foi o Getúlio Vargas. Hoje a população que não está anestesiada quer o debate, sem ideologias de cartilha. A Yoani é uma visitante em nosso país e cabe a nós, brasileiros, recebê-la com hospitalidade e escutar o que ela tem a dizer. Talvez alguns pseudo-comunistas poderiam aprender algo em vez de bradar sem ouvir o contraponto.

    • Guilherme Barcelos, você por acaso e “funcionário federal” (cargo comissionado do PT)? se não, vá morar em Cuba meu amigo!

  75. Só bola fora, hein? Tu não mudou nada até hoje. Mas legal o vídeo.

  76. Muito bom! Interessante o paralelo (ontem e hoje) explanado pelo Tas. Realmente, o tempo passou e pouco mudou. A não ser os cabelos do Ms. Tas. ;o)
    Parabéns!

  77. Essa blogueira é uma farsa. Ainda hoje, os verdadeiros opositores ao governo Castrista são assassinados pelo governo por muito menos que expor opiniões às massas. Ela ter um blog de oposição ao governo e ter como retaliação apenas a negação de vistos de saída de Cuba ao longo dos últimos anos não é pelo menos muito estranho? Tenho certeza que não passa de ima situação criada pela própria ditadura para passar uma falsa impressão de mudança na ilha de Fidel.

  78. Tambem assisti nos anos 80 a uma reportagem feita pelo Varela na antigas URSS; era um balneáreo. Muito legal e esclarecedora.

  79. Reportagem maravilhosa, mesmo sendo tão antiga. é uma pena que ainda hoje, existam pessoas em nosso país que não respeitam a liberdade de expressão e acima de tudo a cidadã do mundo, que hoje nos presenteia com sua perspectiva de cuba. Parabéns pelo trabalho, Tas desde sempre fantástico.

  80. Mayrá Souza Monteiro 19 de fevereiro de 2013 at 13:47

    Prefiro um país saindo da miséria, tentando qualidade em Educação e Saúde junto com a sociedade, que possa opinar livremente. Abaixo qualquer DITADURA!

  81. maria conceição almeida lencatre 19 de fevereiro de 2013 at 13:45

    em-vinda ao Brasil Yaoni.torço por voce e por Cuba.

  82. Quem eram aquelas pessoas protestando contra ela? Eram cubanos que vivem no Brasil? se forem, por que não estão em Cuba?

    Eram brasileiros? se forem, por que defendem o sistema cubano? por que não protestam contra o Renan Calheiros, contra a robalheira e corrupção no nosso país?

  83. Nunca li nada sobre o que essa mulher fala ou faz. Isso é: nunca li nada que ela escreveu. Só vejo terceiros falando sobre ela. Me causa estranheza ela ser uma das 100 pessoas mais influentes no mundo. Me parece que estão usando a coitadinha para denunciar os “problemas cubanos”. Por outro lado a pessoa que considero a mais influente no mundo, o cara prisioneiro numa embaixada de um país do terceiro mundo representante da verdadeira censura à imprensa, ameaçado de morte pelo governo norte americano, tendo seu “veículo de imprensa ” perseguido, acusado de estupro para poder ser deportado para os EEUU está sendo esquecido. Nem falo o nome dele mas você sabe quem é. Desculpe, Taas, gosto muito do seu trabalho. Mas você não acha que pode estar sendo mais um dos capachos que só vêm atentado contra a imprensa on de seus patrocinadores apontam ?

  84. Liberdade tem preço? Castro, Chaves e kirchner estão cobrando caro…

  85. Fiquei contente em saber que vc. visitou a “ilha de Fidel”, sustentada à época pela URSS. Hoje quase nada mudou, a “ilha” continua sendo sustentada, agora por outo ditador, o “irmão Chaves”, que se morrer a “ilha” terá que abrir suas portas para o mundo, ou condenar o seu povo à morrer de fome. Yoni, deve ignorar protestos feitos por estudantes, na verdade “comunistas de beira de piscina”, que não tem nenhuma representatividade e são apenas “massa de manobra” de um partido que insiste em exaltar uma ilha, que ainda prende quem pensa diferente do governo e os manda para “el paredon” fuzilando os mesmos.

  86. Acho um pouco de ingenuidade dizer que uma blogueira profissional, patrocinada por uma infinidade de instituições interessadas menos na liberdade do povo cubano do que nas oportunidades econômicas que uma mudança de regime em Cuba pode proporcionar, está interessada na “liberdade de imprensa” ou de pensamento na Ilha. Uma mulher que já afirmou que no periodo de Fugêncio Batista existia uma liberdade de imprensa muito maior. Sem dúvida alguma, para além de uma defesa vazia do regime cubano, esta mulher não merece admiração alguma, suas relações e suas posições tem data, hora e lugar, basicamente à direita de qualquer virgula que se possa dizer sobre a atual situação daquele País. Minha dúvida em relação à sua matéria na Ilha Taz, está no depoimento de seu guia e de seu motorista sobre o que houve após 59, ou aqui tbm existem ilhas absolutamente ditatoriais e anti-democráticas? no caso, as ilhas de edição. Um abraço

  87. A Visita dessa Senhora mostra nas suas entranhas em que mãos nosso Governo está entregue:
    Exatamente agora no Jornal ela fez um comentário que remente totalmente a responsabilidade aos execultores da Baderna ontem em Feira de Santana na Bahia.
    TERRORISTAS.
    Que vergonha, que misquinho esse pensamento que um dia o Brasil se tornará uma Venezuela, Bolivia, Equador….o PT pode até tentar, mas estejam preparados para o combate duro nas ruas, seirei o primeiro a lutar pela Democacia e liberdade de expressão do Nosso País.

    • Dados realmente espantosos!

      O que foi que aconteceu?
      A primeira nação da América espanhola, incluindo a Espanha e Portugal, que utilizou máquinas e barcos a vapor foi Cuba foi em 1829.
      A primeira nação da América Latina e a terceira no mundo (atrás da Inglaterra e dos EUA), a ter uma ferrovia foi Cuba, em 1837.
      Foi um cubano que primeiro aplicou anestesia com éter na América Latina em 1847.
      A primeira demonstração, a nível mundial, de uma indústria movida a eletricidade foi em Havana, em 1877.
      Em 1881, foi um médico cubano, Carlos J. Finlay, que descobriu o agente transmissor da febre amarela e definiu sua prevenção e tratamento.
      O primeiro sistema elétrico de iluminação em toda a América Latina (incluindo Espanha) foi instalado em Cuba, em 1889.
      Entre 1825 e 1897, entre 60 e 75% de toda a renda bruta que a Espanha recebeu do exterior vieram de Cuba.
      Antes do final do Século XVIII Cuba aboliu as touradas por considerá-las “impopulares, sanguinárias e abusivas com os animais”.
      O primeiro bonde que circulou na América Latina foi em Havana em 1900.
      Também em 1900, antes de qualquer outro país na América Latina foi em Havana que chegou o primeiro automóvel.
      A primeira cidade do mundo a ter telefonia com ligação direta (sem necessidade de telefonista) foi em Havana, em 1906.
      Em 1907, estreou em Havana o primeiro aparelho de Raios-X em toda a América Latina.
      Em 19 maio de 1913 quem primeiro realizou um vôo em toda a América Latina foram os cubanos Agustin Parla e Rosillo Domingo, entre Cuba e Key West, que durou uma hora e quarenta minutos.
      O primeiro país da América Latina a conceder o divórcio a casais em conflito foi Cuba, em 1918.
      O primeiro latino-americano a ganhar um campeonato mundial de xadrez foi o cubano José Raúl Capablanca, que, por sua vez, foi o primeiro campeão mundial de xadrez nascido em um país subdesenvolvido. Ele venceu todos os campeonatos mundiais de 1921-1927.
      Em 1922, Cuba foi o segundo país no mundo a abrir uma estação de rádio e o primeiro país do mundo a transmitir um concerto de música e apresentar uma notícia pelo rádio.
      A primeira locutora de rádio do mundo foi uma cubana: Esther Perea de la Torre. Em 1928, Cuba tinha e 61 estações de rádio, 43 deles em Havana, ocupando o quarto lugar no mundo, perdendo apenas para os EUA, Canadá e União Soviética. Cuba foi o primeiro no mundo em número de estações por população e área territorial.
      Em 1937, Cuba decretou pela primeira vez na América Latina, a jornada de trabalho de 8 horas, o salário mínimo e a autonomia universitária.
      Em 1940, Cuba foi o primeiro país da América Latina a ter um presidente da raça negra, eleita por sufrágio universal, por maioria absoluta, quando a maioria da população era branca. Ela se adiantou em 68 anos aos Estados Unidos.
      Em 1940, Cuba adotou a mais avançada Constituição de todas as Constituições do mundo. Na América Latina foi o primeiro país a conceder o direito de voto às mulheres, igualdade de direitos entre os sexos e raças, bem como o direito das mulheres trabalharem.
      O movimento feminista na América Latina apareceu pela primeira vez no final dos anos trinta em Cuba. Ela se antecipou à Espanha em 36 anos, que só vai conceder às mulheres espanholas o direito de voto, o posse de seus filhos, bem como poder tirar passaporte ou ter o direito de abrir uma conta bancária sem autorização do marido, o que só ocorreu em 1976.
      Em 1942, um cubano se torna o primeiro diretor musical latino-americana de uma produção cinematográfica mundial e também o primeiro a receber indicação para o Oscar norte-americano. Seu nome: Ernesto Lecuona.
      O segundo país do mundo a emitir uma transmissão pela TV foi Cuba em 1950. As maiores estrelas de toda a América, que não tinham chance em seus países, foram para Havana para atuarem nos seus canais de televisão.
      O primeiro hotel a ter ar condicionado em todo o mundo foi construído em Havana: o Hotel Riviera em 1951.
      O primeiro prédio construído em concreto armado em todo o mundo ficava em Havana: O Focsa, em 1952.
      Em 1954, Cuba tem uma cabeça de gado por pessoa. O país ocupava a terceira posição na América Latina (depois de Argentina e Uruguai) no consumo de carne per capita.
      Em 1955, Cuba é o segundo país na América Latina com a menor taxa de mortalidade infantil (33,4 por mil nascimentos).
      Em 1956, a ONU reconheceu Cuba como o segundo país na América Latina com as menores taxas de analfabetismo (apenas 23,6%). As taxas do Haiti era de 90%; e Espanha, El Salvador, Bolívia, Venezuela, Brasil, Peru, Guatemala e República Dominicana 50%.
      Em 1957, a ONU reconheceu Cuba como o melhor país da América Latina em número de médicos per capita (1 por 957 habitantes);, com o maior percentual de casas com energia elétrica, depois Uruguai; e com o maior número de calorias (2870) ingeridas per capita.
      Em 1958, Cuba é o segundo país do mundo a emitir uma transmissão de televisão a cores.
      Em 1958, Cuba é o país da América Latina com maior número de automóveis (160.000, um para cada 38 habitantes). Era quem mais possuía eletrodomésticos. O país com o maior número de quilômetros de ferrovias por km2 e o segundo no número total de aparelhos de rádio.
      Ao longo dos anos cinqüenta, Cuba detinha o segundo e terceiro lugar em internações per capita na América Latina, à frente da Itália e mais que o dobro da Espanha.
      Em 1958, apesar da sua pequena extensão e possuindo apenas 6,5 milhões de habitantes, Cuba era 29ª economia do mundo.
      Em 1959, Havana era a cidade do mundo com o maior número de salas de cinema: (358) batendo Nova York e Paris, que ficaram em segundo lugar e terceiro, respectivamente.

      E depois o que aconteceu?

      Veio a Revolução… comunista… e hoje… resta o desespero de uma população faminta, sem liberdade nem mesmo de abandonar o país, sem dignidade, onde a atividade que mais emprega é a prostituição.
      Esse mesmo regime que destruiu CUBA é o projeto petista para o Brasil.
      O pior é que por desconhecimento, muitos ainda apoiam esse partido.
      ACORDA BRASIL.

  88. Realmente o contexto social da revolução Cubana era completamente diferente do mundo atual.Cuba permaneceu esses anos todos firme nos ideais.Agora a liberdade de expressão defendida pelo direitos humanos não é permitido.Ser contra a blogueira no Brasil é facil.País livre, todos podem ter assegurados seus direitos mas, vai morar em Cuba.As pessoas contra esta visita, provavelmente nunca foram a Cuba.Facil é ser comunista no Brasil, quero ver viver o regime cubano.

  89. Concordo com o autor quando diz esperar que a visita dela possa influir numa melhor convivência de diferentes. Achei lamentável – embora parte do jogo democrático – um grupelho de militantes hostilizar Yoani por querer liberdade de expressão para os cubanos. Enquanto isso os militantes,ao criticá-la, estavam, usando a liberdade que têm aqui no Brasil, apoiando uma ditadura que não permitiria a eles fazer isso lá. Isto é, só hostilizariam alguém lá se o governo deixasse.
    Quanto a Yoani, sabendo como o regime é draconiano com os dissidentes, nunca entendi como ela consegue morar numa boa casa em Varadero e ter acesso à Internet rápida. Acho que ela é uma dissidente autorizada, isto é, as autoridades toleram as suas críticas (que nem são tão duras assim, convenhamos, basta ler o seu blog) para vender a imagem de que não há um controle total sobre a liberdadede expressão. Enquanto ela mantém o blog – que não é acessado em Cuba – os verdadeiros dissidentes apodrecem nas prisões e são perseguidos, e a mídia dos países democráticos os esquece nas masmorras.
    De qualquer modo, acho lamentáel que um grupelho tenha coragem de defender uma ditadura em público. O Brasil tem uma cultura democrática nova e frágil. Com jovens assim, não iremos muito longe.
    Obrigado.

  90. A diferença é que o Varela era de verdade e a Yoani é de mentirinha.
    Tomazo

  91. No brasil existem 7 famílias que controlam todos os meios de comunicação, jornais, revistas, telejornais, radio, etc. São famílias que possuem o monopólio da mídia brasileira e manipulam notícias diariamente promovendo uma alienação em alto grau no seio da sociedade brasileira. O mais problemático não é a imparcialidade das notícias, mas a omissão constante das mesmas. É uma insanidade afirmar que no Brasil existe a liberdade de expressão. Aqui existe uma mídia que propaga implicitamente os interesses do grande capital dependente pró imperialista.

  92. Che deve estar se retorcendo onde estiver, com certeza não era isso que ele queria para Cuba.

    • Também gostaria de saber do blogueiro, se ele é favorável à libertação dos presos políticos cubanos.

    • O blogueiro reclama que os EUA apoiam as piores Ditaduras do Oriente Médio, donde se conclui que Cuba é uma melhor Ditadura.

      Para a palhaçada!

    • Também não entendi a pergunta sobre a Literatura de García Marquez, afinal Sánchez é blogueira ou crítica literária.

      Fala Sério!

    • Eu também quero saber a remuneração mensal de Paulo Henrique Amorim, o Malcolm XYZ da blogosfera e Pobre Homem Amargurado, que acabou de ser condenado a pagar R$ 30.000,00 a uma instituição por querer ensinar a Heraldo Pereira, jornalista da TV Globo, como deve se comportar um negro.

      Lamentável!

    • Não entendi a pergunta sobre a Sociedade Interamericana de Imprensa, que agrupa os grandes conglomerados midiáticos privados do continente.

      O blogueiro queria que a Sociedade Interamericana de Imprensa agrupasse os jogadores do Bangu?

      Fala sério!

    • Não conseguir responder nenhuma, mas descobrir que 250 mil Euros equivale a 1.488 anos de salário mínimo em Cuba, que os cubanos não tem acesso à internet, que existe uma lei que proíbe os cubanos de terem copyright e registro de domínio (seja lá o que for isso), que o preço de uma mensagem de Twitter em Cuba é de 1,25 dólares e que a banda de Sánchez é 60 vezes superior àquela que Cuba dispõe para os usuários de internet (afinal, existe internet em Cuba ou não, acho que o blogueiro bagunçou o cabeção). Fala sério!

  93. Uma enorme ironia é escrever um artigo defendendo a “liberdade de expressão” e no final do mesmo fazer ponderações a respeito do que pode ou nao ser comentado

  94. É curioso perceber que ainda hoje existe lugar no mundo para ditaduras “à la cubana”, que ainda buscam meios de tolher quaisquer liberdades.

    Pessoas como Yoani Sánchez em Cuba, a jornalista Xinran na China, dentre outras, vão muito além de apontar ou combater a cruel realidade dos regimes ditatoriais; elas pintam um quadro realista dos pontos geográficos deste mundo onde as lideranças ainda não conseguiram compreender que não há mais espaço para o domínio do indivíduo.

    Estes quadros, sejam Blogs, programas de rádio ou simples discursos, são expostos na galeria mundial da Internet e das comunicações para serem comparados, analisados e observados por todos, mostrando o quão desconexas da realidade estão estas ditaduras.

    Espero sinceramente que estes líderes caricatos um dia caiam em si e percebam que a ditadura clássica não é mais aceita entre tantas conquistas e primaveras modernas da liberdade de expressão; da liberdade de viver em um mundo onde as fronteiras físicas não são mais suficientes para conter uma ideia iluminada.

    Espalham-se as sementes da liberdade entre os povos. Se não de dentro, trazidas de fora, pois, mesmo quando expulsos os semeadores, suas idéias continuam a florescer entre os canteiros.

  95. Gostaria muito de ver os “jovens baianos” ( em sua maioria filiados ao PT e ao PC do B ( tudo o que tem de mais atrasado no Brasil ) irem ao Senado protestar sobre a posse do Renan , o do Henriquinho na Câmara ….
    A Bahia , que tanto admiro , não pode ser manchada por estes “jovens” a mando da ala bolchvique do planalto!

  96. Um pequeno grupo de meia dúzia de idiotas não podem representar uma população de 500 mil habitantes. Esse pequeno grupo, da esquerda retrógrada e corrupta, que fez essa baderna e responsabilizaram de forma injusta a cidade de Feira. Esse manifesto tem interesses políticos patrocinados pelos PTralhas e amigos de um ditador. Esse tipo de comportamento é inadmissível para um país democrático. Não estou aqui defendendo os EUA, até porque eu também detesto e sou contra as atitudes do governo norte americano. Enfim não vão atirar pedra na minha cidade, pois os manifestos começaram em Salvador e não vai terminar aqui. Vocês verão que em outras cidades irão acontecer outros manifestos patrocinados pela escória do país, a esquerda. Por que não fazem esse manifesto, com toda raiva, para uma causa nossa, como por exemplo, a retirado do corrupto senador Ranan Calheiros da presidência do senado. OS FEIRENSES SÃO EDUCADOS E RESPEITOSOS COMO TODO O NOSSO BRASIL.

  97. Até tu Taz, meu filho ?
    O senhor ainda não leu os documentos vazados pelo Wikileaks, mostrando que essa distinta blogueira é totalmente financiada pela CIA ?!?!
    E que liberdade de expressão é essa que temos aqui, inclusive eu já vi máterias do CQC cencuradas…as nescecidades dos Cubanos, não são as mesmas dessa nossa sociedade capitalista.
    Enfim

    • Cevert rodrigues da rosa 19 de fevereiro de 2013 at 16:18

      Infelizmente os piores direitistas são os ex-esquerdistas.

      Infelizmente o TAS está se enquadrando nestes.

      Miriam Leitão e Arnaldo jabor são outros personagens que se encaixam neste perfil.

  98. A impressão que tive de Cuba quando passei 12 dias lá, vi o contrário: alguns jornais. Só que lá não se fala de futilidades, por isso não existem tantos tipos de periódicos. Lá os jornais também não se alimentam da propaganda como aqui, o que faz o jornal ter um preço próximo aos 5 centavos, o que de certa forma universaliza a informação.
    Yoani queria filmar sem autorização um julgamento. Obviamente, em nenhum lugar do mundo permitir-se-ia isso. Ela falou também que foi torturada, mas que as marcas saíram em razão de muita reza. Ôh mulher de fé! Lá nessa ilha se prioriza como nenhum outro lugar do mundo tantos direitos: o direito à saúde, educação, moradia, dignidade e alimentação ao passo que se supostamente restringe o direito da burguesia contra revolucionária falar o que quer e se enriquecer com a propaganda. Qualquer um lá está livre de ser jornalista, que procure um emprego se tiverem tal capacidade.
    O brasileiro de um modo geral acha que a dignidade do povo cubano é mentira, por isso a única coisa que atacam é essa tal libertinagem de imprensa que tanto frutifica por aqui. Porém os jornalistas daqui não usam do jornalismo para denunciar ininterruptamente até que se mude nossa realidade social, doa a quem doer (o que se inclui atacar eventualmente os anunciantes). Libertinagem e Liberdade Jornalística/concessão midiática é um debate profundo. Liberdade de Imprensa para quem e por quem? Por todas ações e omissões que fazem dos “Estados Unidos” do Brasil ser um gerador de tanto sofrimento para o povo.
    Aqui Liberdade de Imprensa não é função social, mas um negócio lucrativo se for empregado nos lugares certos, e com a devida omissão uma forma de aprisionar o povo.
    O dinheiro aqui move tudo, pergunte aos donos das empresas o que fariam sem a propaganda e a alienação massiva?

  99. Parabéns pela tua crónica Marcelo.
    Eu apenas visitei Cuba e como turista em 1998 e posso-te dizer que dos 46 países que visitei, foi sem dúvida o mais opressor.
    Mas sou tão louco como tu: após a queda do muro eu e meu irmão (que agora é diretor de tv cinema) fomos em 1991 para o leste europeu com uma camera de VHS pro fazer entrevistas em manifestações….
    Quanto a Cuba, o que escreves só peca por defeito: é uma prisão flutuante, que vive do mito do bloqueio dos USA, mas onde tudo se transacciona em USDólares nas lojas do regime, e onde nunca falta Coca Cola…
    Suprema hipocrisia duma certa esquerda caviar.

  100. Rindo muito dos comunistas que comem criancinhas

Deixe um Comentário

Aviso aos navegantes: os comentários são parte fundamental de qualquer blog. Eles servem para ampliar, criticar e completar o texto do autor.

No "Blog do Tas", todos os comentários só são publicados DEPOIS de passar por moderação.

NÃO publicamos:

  1. Comentários com palavrões ou agressões gratuitas.
  2. Comentários fora do assunto.
  3. Comentários com auto-propaganda ou propaganda de terceiros.

Se não estiver nas categorias acima, sua opinião será liberada o mais breve possível.

Bem-vindo e obrigado pela participação!

Connect with Facebook

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>