Blog do Tas

Costela na turbina: revolução na gastronomia e sustentabilidade

13 de setembro de 2013, 09:15

Escrito por marcelotas

 

Aqui vai uma receita revolucionária de como cozinhar uma costela de vaca sem usar fogão ou churrasqueira. Ingredientes: uma costela, sal grosso, papel alumínio e um caminhão 2540.

No caso deste vídeo, brilhantemente ancorado pelo Eric, o trajeto foi de Floriano a Cristino Castro, no Piauí (mapa abaixo). Mas a rota pode ser ao gosto do freguês tomando sempre o cuidado de escolher um destino final adequado para a devida degustação da iguaria.

Bom apetite!

 

PS: agradeço ao Henrique Goldman pela sugestão

4 horas de estrada e uma costela cozida no ponto (imagem: GoogleMaps)

 

  1. Antonio Andre Soro 16 de setembro de 2013 at 21:04

    Parabéns! A criatividade brasileira é que deixa muitos países encucados. Aqui se cria e não copia. TFA

  2. Sinceramente Tas, o Mundo a beira de uma guerra e você vem falar de culinária. Faça-me um favor… Só teria nexo se dentro do invólucro de alumínio estivesse o nosso querido Zé Dirceu. Longe de mim querer pautar você. A verdade é que sua opinião sobre assuntos sérios é muito importante para mim. Desculpe-me !
    P.S. Sustentabilidade seria não comer tanta carne… Para cada quilo de carne o boi consome sete quilos de ração. Caracterizando uma grande produção de esterco neste processo, diga-se de passagem… Quantas pessoas se saciariam com os sete quilos de ração (milho, soja, etc) e quantas pessoas se saciam com um quilo de carne ?. Por outro lado, sustentabilidade seria o maior apoio ao transporte por ferrovia e não por rodovia como apresenta a matéria. E pra não dizer que eu não falei das flores, eu comeria esta costela numa boa !

  3. Fica a pergunta e Friboi?

  4. A simplicidade é o segredo da felicidade.

    Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;
    Mateus 5:3

  5. Há muitos anos quando trabalhei em um oficina de caminhões ouvi falar nisso. Mas, é primeira vez que vejo…rsrsrs

  6. Outra coisa, isso lembra o papo dos tropeiros que salgavam a carne amarrando ela no lombo do burro, onde o suor do animal transferia o sal transformando ela em Charque…nesse caso aí a costela é assada pelo calor do caminhão!

  7. Olha, da receita toda acredito que seja um pouquinho difícil encontrar esse caminhão 2540…tem no Carrefour? :D

Deixe um Comentário

Aviso aos navegantes: os comentários são parte fundamental de qualquer blog. Eles servem para ampliar, criticar e completar o texto do autor.

No "Blog do Tas", todos os comentários só são publicados DEPOIS de passar por moderação.

NÃO publicamos:

  1. Comentários com palavrões ou agressões gratuitas.
  2. Comentários fora do assunto.
  3. Comentários com auto-propaganda ou propaganda de terceiros.

Se não estiver nas categorias acima, sua opinião será liberada o mais breve possível.

Bem-vindo e obrigado pela participação!

Connect with Facebook

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>