Blog do Tas

Jornalismo não é crime

27 de fevereiro de 2014, 07:44

Escrito por marcelotas

 

Na campanha por liberdade de imprensa (Foto: Claudia Zerbinato)

 

Nesta quinta, dia 27 de Fevereiro, uma campanha liderada pela rede de notícias Al Jazeera, envolve veículos de comunicação, jornalistas e personalidades da mídia no mundo inteiro. Eu me manifesto e dou total apoio aos quatro jornalistas da Al Jazeera que completam hoje 61 dias presos, acusados de reportar notícias falsas no Egito. Vários outros jornalistas de diversos meios estão em uma “lista negra” no Egito e poderiam ser presos no caso entrem no país.

Além da conscientização sobre a inadmissível prisão dos jornalistas no Egito, a campanha lança luz sobre os riscos da criminalização do jornalismo no mundo inteiro.

Mais de 30 países irão participar, haverá manifestações em várias cidades, entre elas: Sydney, Islamabad, Nairobi, Ankara, Berlim, Londres, Montreal, Washington DC e São Francisco. No Rio de Janeiro, às 17h30 desta quinta, haverá uma rápida vigília de 15 minutos para uma foto coletiva de pessoas segurando cartazes como este acima. Todos estão convidados. O evento ocorrerá próximo ao Posto 7, no Arpoador.

A liberdade de expressão está em risco ao redor do mundo. É hora de se manifestar e agir! Espalhe por sua rede: Jornalismo Não É Crime #FreeAJstaff

 

Para mais informações sobre a campanha: www.aljazeera.com/Freeajstaff

 

  1. Quem disse? Vou lhe dar um exemplo com a maior rede de jornalismo do Brasil, mas é prática corriqueira em todas. No Brasil ou no mundo quem tem assinatura da Sky paga altos valores para assistir as reportagens que são exibidas sem que a empresa proprietária pague pela matéria. Isto é crime, pois quem tem consciência dessa expropriação exige pagamento, como faz os clubes de futebol. Mas as reportagens em escola de samba, delegacias, acidentes na estrada entre tantos outros a transmissão de imagens e som não são pagas aos proprietários do fato ou da ação. Isto é crime. Porém, para burlar a legislação e o direito da coletividade ou da sociedade essa e outras empresas de jornalismo alegam que se trata de informação. Logo, está prestando um serviço a sociedade ou está contribuindo para a informação de todos. Só não dizem que estão ganhando muito dinheiro sem recompensar quem está servindo de informação para enricar a Sky e outras empresas de jornalismo. É crime de lesa cidadã e sociedade. É um direito de o cidadão fornecer imagens e som pela remuneração apropriada. Isto não acontece porque com o sorriso de engana bobo dos jornalistas que apresentam esta expropriação o povo passa a acreditar que estão sendo beneficiados com a riqueza da Sky e de outras. Pobre povo!

  2. A LIBERDADE DE SER E ESTAR NOS BASTIDORES

    A liberdade de expressão justifica a existência, faz crescer a consciência crítica do cidadão, traz a informação verdadeira dos acontecimentos e das relações do Universo em que vivemos, das autoridades e dos homens de colarinho branco que decidem pelas Leis e comandam o mundo. Independentemente do juízo final, dos escândalos, do desonesto e do injusto a imprensa mostra as condutas das identidades sociais para o cidadão que fica escondido atrás dos bastidores, loucos por uma informação verdadeira, principalmente quando essa informação vem de uma imprensa séria que luta por um mundo melhor abrangendo todo um contexto da vida, da saúde, da educação ,enfim do meio. Partindo de um jornal inteligente, independente de classe social, de intelectualidade, um jornal de criatividade referenciado no humor, sem sensacionalismo, já que o ser humano vive sob um estresse cotidianamente .Viva a imprensa, a criatividade e o humor num mundo tão distante,mas ainda temos esperança de um mundo melhor pela liberdade de expressar o real e verdadeiro.

Deixe um Comentário

Aviso aos navegantes: os comentários são parte fundamental de qualquer blog. Eles servem para ampliar, criticar e completar o texto do autor.

No "Blog do Tas", todos os comentários só são publicados DEPOIS de passar por moderação.

NÃO publicamos:

  1. Comentários com palavrões ou agressões gratuitas.
  2. Comentários fora do assunto.
  3. Comentários com auto-propaganda ou propaganda de terceiros.

Se não estiver nas categorias acima, sua opinião será liberada o mais breve possível.

Bem-vindo e obrigado pela participação!

Connect with Facebook

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>